Translate

5 de outubro de 2011

Desportiva Ferroviária e o recorde de 51 partidas invicta...

A locomotiva atropelava a todos em 1967
A incrível marca de 51 partidas sem derrota da Desportiva Ferroviária teve início após uma derrota por 3x2 dia 28 de fevereiro de 1967 para o América-MG, a partir de 4 de março de 1967 com um  6x0 no Cachoeiro em um amistoso uma invencibilidade  que durou 343 dias sem saber oque era ser derrotada, foi em um torneio amistoso disputado contra Rio branco-ES, Vasco e América ambos do RJ  que a marca teve seu fim, diante de outro América, derrota na prorrogação por 3x1,  após empate em 1x1 no tempo normal, no dia 6 de fevereiro, o mesmo América que a Desportiva havia derrotado um ano antes em um jogaço pelo placar de 5x4, três dias antes a Desportiva teria sua ultima vitória dessa marca histórica de 51 partidas sem derrota 1x0 frente ao Rio branco, o nosso maior rival inclusive teve várias chances de quebrar a sequência da Tiva, pela Taça Cidade de Vitória foram 3 partidas  a primeira em 11 de junho, vitória grená por 2x1, em 3 de setembro empate em 1x1, novo empate em 15 de novembro, este por 0x0. Pelo estadual foram duas partidas, a primeira em 19 de novembro, a segunda foi com direito a título da Desportiva, que se havia deixado a Taça Cidade de Vitória escapar não deixou o estadual escapar ,além de ver a sequência de partidas sem derrota da Desportiva só aumentar o Rio branco foi obrigado a ver o maior rival  dar a volta olímpica conquistando o campeonato capixaba de 1967 ao derrota-los com  gol marcado por Mateus aos 40 do segundo tempo... 
Já no ano de 1968 mais uma vitória grená por 1x0 esta válida pelo Torneio quadrangular Presidente Costa e Silva. deixando o rival apenas na esperança de ser o algoz que quebraria o recorde da invicTiva, 6 chances de quebrar a sequência e não foi capaz.

 
                As 51  partidas do recorde grená



Não estão computadas as partidas do Torneio Início de 16 de abril de  1967...Desportiva 1x0 Atlético-ES...Desportiva 1X0 Corinthians/ES e  Desportiva 2X0 Santo Antônio-ES...que  duravam 20 minutos. A Desportiva foi a campeã desta competição de tiro curto inclusive.

Durante estas 51 partidas muitas vitórias e adversários imponentes, como esquecer a vitória sobre o Botafogo/RJ que também tinha uma equipe invencível atual Bicampeão carioca, ou o empate com Atlético em Minas no estádio do Mineirão por 1x1, os  3x1 na seleção do Rio de Janeiro que veio escalada com Ubirajara, Mário Tito, Murilo, Fontana (que era capixaba), Paulo Henrique, Ocimar, Jaime, Paulo Borges, Airton, Mário e Aladim.


A equipe grená em 1996 base do time que seria imbatível por 51 partidas






Impiedosas  goleadas também fizeram parte destas 51 partidas sem perder, como 6x0 no Cachoeiro ...7x0 no Santo Antônio com direito a 4 gols de Zezinho Bugre, 7x0 se repetiu no  Castelo, nestes 7x0  Moreira marcou 5 vezes....5x0 São Cristóvão/RJ...6x1 Tupy de Vila Velha, 5x1 no Muqui-ES, esta que foi nossa primeira partida dentro do Engenheiro Araripe no campeonato capixaba, e 5x1  no Carlos Chagas-MG... foram as maiores goleadas.
 Em outras fomos mais "econômicos", como nos 4x0 no Caxias-ES e no Americano-ES.
4x1 no Santo Antônio-ES e no Corinthians-ES.
3x0 no Democrata de Governador Valadares-MG, Vila Nova de Colatina-ES  e no Atlético de Vila Velha.
E 5x2 no Corinthians-ES com direito a 3 gols de Wilson na partida.

 Paulo Emílio sabia tirar o melhor de cada um na equipe tanto tática quanto tecnicamente, a Desportiva era um time ofensivo mas sem descuidar da defesa, nas 51 partidas foram 38 vitórias, 13 empates, marcando 123 gols e sofrendo apenas 25. A equipe era altamente ofensiva mas também defendia com perfeição, este era nosso segredo, agredir o adversário sem desguarnecer a defesa.

Paulo Emílio o grande técnico grená de 1967


Em seu livro dos alicerces ao telhado
Paulo Emílio explicou como a Tiva jogava 


            Página do Facebook