Translate

15 de abril de 2017

Desportiva x São Mateus

As duas equipes tem a mesma idade, ambas foram fundadas em 1963, a Desportiva em 17 de junho já o São Mateus em 13 de dezembro, mas a primeira partida só foi acontecer mais de 10 anos após a fundação das equipes, em 1974 a Desportiva foi até São Mateus para uma partida amistosa e venceu por 1x0 no dia 17 de fevereiro de 1974 no Sernamby, um dado interessante é que este foi o confronto das Desportivas, pois o São Mateus de 1971 até 1975 chamava-se Associação Atlética Desportiva.

O confronto é equilibrado, algo não muito comum quando são colocados frente a frente times da capital x interior, são 54 partidas registradas com 20 vitórias da Desportiva com 64 gols marcados, 19 empates e 15 vitórias do São Mateus com 56 gols marcados.
Levando em conta apenas jogos válidos pelo estadual o equilíbrio é enorme, são 48 jogos com 16 vitórias da Desportiva 55 gols marcados contra 17 empates e 15 derrotas com 51 gols sofridos. 
Mas o equilíbrio só começou a partir do fim dos anos 90 quando a Desportiva se tornou clube empresa e por muitas vezes montava elencos fracos recheados de péssimos jogadores, e a partir dos anos 90 o São Mateus não entrava como azarão mais, prova disso é que até 98 antes da Desportiva se tornar clube empresa foram 32 partidas com apenas 4 vitórias do São Mateus. 
Outra curiosidade é que o mando de campo não faz muita diferença pois as duas equipes já venceram várias partidas em casa e venceram fora.
O jogo treino em 2015 empatado em 3x3 não entra nas estatísticas pois são computados apenas jogos onde ambas equipes usaram uniforme oficial oque não aconteceu nesta ocasião.


Goleadas
A maior goleada é grená e aconteceu logo na primeira partida oficial em 1976 pelo Campeonato Capixaba, novamente foi em São Mateus e a Desportiva venceu com show de Zezinho Bugre que balançou as redes adversárias 4 vezes na vitória por 4x0 .
As demais goleadas são todas por 3x0. Em 1988 a Desportiva venceu por 3x0 no Engenheiro Alencar Araripe. Em 1994 foi o São Mateus que fez 3x0 em sua primeira goleada no rival, que em 1996 devolveu o placar de 3x0, em 1998 o Sama venceu a Tiva por 3x0, de lá para cá os resultados mais elásticos foram 3x1 como aplicado pela Desportiva em 2013 e pelo São Mateus em 2014.

Decisões
As equipes não tem histórico de decisões, na verdade a única decisão de fato aconteceu em 1997 quando se enfrentaram nas quartas de final e o São Mateus ocasionou a maior zebra daquele estadual ao vencer por 1x0 e se classificar dentro do Araripe após empate em 1x1 no Sernamby, a Desportiva exerceu uma pressão enorme no São Mateus que só se defendia e saia só na boa, em um lance de bola para no fim da partida marcou o único gol da partida avançando eliminado o atual campeão, no fim o São Mateus foi vice do Linhares no Clássico do Norte.
Em 1994 as duas equipes brigaram diretamente pelo título, naquele estadual que foi disputado em turno e returno pontos corridos o São Mateus venceu por 3x0 em pleno Araripe sendo sua maior vitória fora de casa, já na partida no Sernamby foi a Desportiva quem venceu por 1x0, mostrando que o mando de campo realmente não costuma pesar muito neste confronto. Na classificação final a Desportiva encerrou com 46 pontos contra 40 do São Mateus que ficou como vice, o título foi conquistado no Kleber Andrade contra o Rio Branco no empate em 0x0 quando ainda era casa do rival.

Competições
Além do Campeonato Capixaba as equipes se enfrentaram em outras duas competições estaduais, a Copa Espírito Santo e Taça Jones dos Santos Neves, foram 2 partidas até hoje pela Copa ES duas vitórias grenás em 2012, por 3x1 fora de casa e 2x1 em casa. 
Já na Taça Jones dos Santos Neves vitória grená em São Mateus por 2x1 e um empate em 0x0 no Araripe. 


Melhores sequências
Em relação a melhor sequência de vitórias as duas equipes possuem o mesmo recorde. A Desportiva  venceu 4 partidas seguidas entre 1980 e 1991.

2ª sequência
Campeonato Capixaba de 1980
2º Turno
São Mateus 1x3 Desportiva 
Campeonato Capixaba 1988
Turno 
São Mateus 0x1 Desportiva  
Desportiva  3x0 São Mateus
Campeonato Capixaba 1991
Turno
São Mateus  0x1 Desportiva        

O São Mateus também tem 4 vitórias como recorde, a série começou na partida de volta das quartas de final única decisão direta entre as equipes e foi até 1999.

Campeonato Capixaba 1997
Quartas de final
Partida de volta
Desportiva      0x1  São Mateus
Campeonato Capixaba 1998
Desportiva  0x1 São Mateus
São Mateus 3x0 Desportiva 
Campeonato Capixaba 1999
Turno

São Mateus  2x0  Desportiva 

Séries invictas
A maior sequência grená sem derrotas é também a maior do confrontos, ela durou longos 15 jogos. Tudo começou no amistoso em 1974 e durou até 1991 quando em 23 de outubro o São Mateus conquistou sua primeira vitória sobre a Desportiva e isso em pleno Araripe quebrando uma série de 17 anos sem vencer o adversário. 
Das 15 partidas em 12 delas a Tiva saiu com a vitória. Foram 28 marcados contra apenas 7 sofridos, destaque para os 4x0 em 76, e os 3x0 em 1988.


Amistoso estadual 1974
São Mateus 0x1 Desportiva 17/fev

Campeonato Capixaba 1976 São Mateus 0x4 Desportiva 17/abr
Desportiva  2x0 São Mateus 26/mai

Torneio Jones dos Santos Neves 1977
São Mateus 1x2 Desportiva 23/jan
Desportiva  0x0 São Mateus 06/mar

Campeonato Capixaba 1977
São Mateus 1x2 Desportiva 09/jun
Segunda fase
Turno 17/jul
Desportiva  3x1 São Mateus 10/ago
Returno
São Mateus 1x1 Desportiva 04/set

Campeonato Capixaba 1978
1º turno
Desportiva         2x0 São Mateus         07/set
2º turno
São Mateus        0x1 Desportiva         29/out

Campeonato Capixaba 1980
1º Turno
Desportiva  2x2 São Mateus 24/jul
2º Turno
São Mateus 1x3 Desportiva 07/set

Campeonato Capixaba 1988
Turno
São Mateus 0x1 Desportiva   10/abr
Desportiva  3x0 São Mateus 15/mai

Campeonato Capixaba 1991
Turno
São Mateus  0x1 Desportiva         28/jul

A maior sequência sem derrotas dos São Mateus aconteceu entre o ano de 2000 e 2009, foram 9 partidas do Sama sem saber oque era perder para o time grená, neste período o São Mateus venceu 5 vezes empatou 4. Destaque para o eletrizante 5x4 em 2002 no Engenheiro Araripe que é a partida com mais gols neste confronto. A sequência só foi quebrada em 2 de maio quando a Desportiva venceu por 2x1 dentro de casa. Foram 14 gols marcados contra 9 sofridos.

Campeonato Capixaba 2000
Turno
São Mateus   1x1  Desportiva  12/abr
2º turno
Desportiva      1x1  São Mateus 04/jun
Campeonato Capixaba 2001 
1º Turno
São Mateus  1x0  Desportiva  21/mar
Desportiva    1x2  São Mateus 25/abr
Campeonato capixaba 2002
1º Turno
Desportiva  4x5  São Mateus 24/fev
2º Turno
São Mateus    0x0  Desportiva  01/mai
Campeonato Capixaba 2004 
1º Turno
São Mateus 2x0  Desportiva  01/mai
2º Turno
Desportiva 0x0  São Mateus 04/jul
Campeonato Capixaba 2009
São Mateus       2x1  Desportiva  07/mar

Nestas 52 partidas  foram poucas goleadas
17 de abril de 1976
Estádio Manoel Sobrinho Sernamby São Mateus Sernamby
Campeonato Capixaba 1976
São Mateus 0x4 Desportiva

15 de maio de 1978
Estádio Engenheiro Alencar Araripe
Campeonato Capixaba 1976
Desportiva 3x0 São Mateus

27 de março de 1994
Estádio Engenheiro Alencar Araripe
Desportiva 0x3 São Mateus
Campeonato Capixaba 1994

02 de março de 1996
Estádio Engenheiro Alencar Araripe
Desportiva 3x0 São Mateus
Campeonato Capixaba 1996

19 de abril de 1998
Estádio Manoel Sobrinho Sernamby São Mateus Sernamby
São Mateus 3x0 Desportiva
Campeonato Capixaba 1998



Desportiva 1x0 São Mateus em 1998 no Eng. Araripe




Desportiva 0x1 São Mateus 2010 no Eng. Araripe



Desportiva 2x2 São Mateus Engenheiro Araripe em 2013




Estádio Engenheiro Alencar Araripe casa da Desportiva


Manoel Sobrinho "Sernamby" casa do São Mateus


Matéria atualizada até 16 de março de 2017
Desportiva 1x1 São Mateus Campeonato Capixaba





Pênaltis para a Desportiva Ferroviária

Edinho  marcando o gol do título estadual de 2016

Desde o retorno da Desportiva Ferroviária em 2011 acompanho todas as estatísticas do clube, e uma delas me chamou a atenção, cobranças de pênalti no tempo normal. A equipe por ter um futebol historicamente muito ofensivo no seu DNA chega com frequência a área adversária com isso o contato dentro da área acontece ocasionando a marcação de penalidades máximas.
Este post levará em conta apenas pênaltis no tempo normal (para saber sobre o desempenho da Tiva em decisões por pênaltis Clique aqui).
Desde 2011 são 26 cobranças no tempo normal com apenas 6 perdidos e 20 convertidos, atualmente são 10 cobranças consecutivas sem que a Desportiva desperdice penais. 
Em 2010 na última partida da Desportiva como clube empresa curiosamente  seu último gol marcado foi justamente de penal. Na partida diante do Espírito Santo (Então de Anchieta), Fábio Augusto cobrou aos 48 do 2º tempo   empatando a partida em 1x1, este confronto valia a permanência de um dos dois na Série A, pior para a Desportiva que viu o adversário segurar o empate em 1x1 que o salvava, além de ser absolvido por escalar jogador irregular com isso se manteve na 1ª divisão não sofrendo punição da perda de 3 pontos, mas olhando por outra ótica  este rebaixamento foi bom, foi a gota  d'água culminando enfim no encerramento da parceria Desportiva clube empresa.
E o retorno aconteceu em 2011 na Copa Espírito Santo, mas nesta competição não foi marcado nenhum penal para o time grená, mas isso graças a arbitragem que não marcou contra Rio Branco, Capixaba de Guaçuí e Real Noroeste.
A primeira penalidade marcada foi contra o Tupy na partida de volta da semifinal da Série B de 2012, esta partida foi digna de livro dos recordes com 4 cobranças de pênalti. Hércules cobrou aos 18 e viu Edgar goleiro adversário defender, o mesmo Hércules sofreu outro pênalti no começo da 2ª etapa, ele mesmo cobrou e mandou para fora, mas como o mesmo Hércules havia aberto o placar deixando a Desportiva com 3x1 no agregado não fazia falta, próximo dos 40 outro pênalti  para a Desportiva, desta vez David zagueiro foi para a cobrança mas também perdeu parando no goleiro do Tupy, aos 49 já com a torcida fazendo a festa pelo acesso a Série A confirmado com o 2x0 deixando 4x1 no agregado foi a vez do Tupy ter um pênalti a seu favor, Marcelo Pelé cobrou e bateu para fora deixando evidente que aquele dia não era dia de pênaltis.
O time grená só foi marcar um gol na 4ª cobrança, em uma partida dura no estadual contra o Conilon quando David Dener marcou aos 41 do 1º tempo.
Real Noroeste é recorrente pênaltis para as duas equipes, sendo 5 para a equipe grená com 3 convertidos.
Contra o Rio Branco aparece com  três, duas delas em 2017 na mesma partida oque não ocorria mais de 20 anos.

Lista de cobranças
Rael é quem mais cobrou penalidades e o aproveitamento é de 100%, converteu todos os 6, Davi zagueiro também cobrou 6 convertendo 4. ´
Com três cobranças 
David Dener ; 2 convertidos 1 desperdiçado
Erivelton ; 2 convertidos 1 desperdiçado
Hércules ; 1 convertido 2 desperdiçados
Com duas cobranças
Tatá; 2 convertidos
Com uma cobrança
Kelvin, Marcos Alagoano e Edinho todos converteram.

Estádios dos pênaltis
Estádio Engenheiro Alencar Araripe - Cariacica 13 cobranças 
Estádio Salvador Venâncio da Costa - Vitória  4 cobranças 
Estádio Estadual Kleber José de Andrade -Cariacica 2 cobranças
Estádio Virgílio Grassi - Rio Bananal 1 cobrança
Estádio Mário Monteiro Sumaré - Cachoeiro de Itapemirim 1 cobrança
Estádio Emílio Nemer - Castelo 1 cobrança
Estádio José Olímpio da Rocha - Águia Branca 1 cobrança
Estádio Moreira  Rebello - Cachoeiro de Itapemirim 1 cobrança
Estádio Almiro Ofranti - Vargem Alta 1 cobrança
Estádio Municipal Valdeir José de Oliveira - Goiânia 1 cobrança



Lista dos jogos com pênaltis assinalados





Desportiva 2x0 Tupy
Local : Engenheiro Alencar Araripe-Cariacica
Data: 07/07/2012  
Motivo: Campeonato Capixaba 2ª Divisão. Semi Final 2º Jogo
Cobradores : Hércules 2 pênaltis perdidos , David 1 pênalti perdido
  

Rio Branco 1x2 Desportiva 
Motivo: Copa Espírito Santo. Final 2º Jogo
Local: Estádio Salvador Costa - Vitória (ES)
Cobrador : Hércules aos 13 do 2º tempo.
Na final entre os maiores rivais a Desportiva levou o título mais uma vez igual em 2008 na Copa Espírito Santo, Hércules com cavadinha abriu o placar para a
Desportiva que já trazia vantagem de 2x0 da partida de ida.

Desportiva  2x1 Conilon-ES
Local : Engenheiro Alencar Araripe - Cariacica
Data : 20/03/2013
Motivo : Campeonato Capixaba 2013
Cobrador : David Dener aos 41 do 2º tempo
2º pênalti convertido após 2010.  

Linhares-ES 2x0 Desportiva
Estádio : Virgílio Grassi - Rio Bananal
Data : 27 de Abril Capixaba 2013
Cobrador : David Dener perdeu cobrança
A bola caprichosamente beijou a trave e saiu do lado contrário a cobrança.  

Desportiva 1x1 Real Noroeste-ES 
Local : Engenheiro Alencar Araripe - Cariacica
Data : 20 de Abril 2013 capixaba
David Dener aos 44 minutos do 1º tempo.
7ª cobrança 3º gol 


Desportiva  2x1 Real Noroeste-ES
Local : Salvador Venâncio da Costa - Vitória
Data : 11/01/2014 
Motivação : Copa dos Campeões Espírito Santo 2014
Cobrador : David  aos 44 do 1º tempo
O primeiro campeão do Brasil em 2015 foi a Desportiva que graças ao gol de David abriu placar no 1º tempo, esta partida valia o título da competição em jogo único que colocava o campeão capixaba x campeão da Copa ES ambos em 2014.

Desportiva  2x0 Real Noroeste
Estádio : Salvador Venâncio da Costa - Vitória
Motivo : Copa dos Campeões do Espírito Santo
Data :  01 de fevereiro capixaba 2014
David  perdeu o pênalti
Nesta partida David perdeu o pênalti  mas no rebote ele mesmo marcou o gol, 
detalhe que  ele perdeu após cavadinha. Curioso ser o 3º penal seguido em partidas contra o Real Noroeste.

Castelo 4x1 Desportiva
Local : Almiro Ofranti - Vargem Alta
Data :  27/01/2014
Motivo : Campeonato Capixaba 2014
Cobrador : David  pênalti 42 do 1º tempo
Esta partida foi a primeira que a equipe perdeu com pênalti a seu favor. Primeira cobrança convertida no interior.

Estrela 1x1 Desportiva 
Local : Mário Monteiro Sumaré - Cachoeiro de Itapemirim
Data : 15/03/2014  
Motivo : Campeonato Capixaba 2014
Cobrador : David 17 minutos
David zagueiro era o artilheiro do time até esta partida na temporada com 5 gols a, aqui a Desportiva passava pênaltis perdidos em número de cobranças convertidas,  
com 6 marcados 5 perdidos.

Castelo 1x4 Desportiva 
Local : Emílio Nemer - Castelo
Data : 17/08/2014
Motivação : Copa Espírito Santo 2014
Cobrador : Kelvin (DES) pênalti aos 43 min do 2° tempo.
Nada como um jogo após o outro, depois do vexame do estadual quando sofreu 
goleada a Desportiva devolve na mesma moeda  em plena casa rival,Kelvin anotou o penal que fechou a goleada.

Cachoeiro 2x4 Desportiva 
Local : Moreira Rebello - Cachoeiro de Itapemirim
Data : 31 de agosto  Copa ES 2014
Cobrador : Erivelton aos 43 do 1° tempo.
Nesta partida a Desportiva foi arrasadora parecia que seria uma goelada história
fota de casa diante do  mas tirou o pé e quase viu o adversário empatar.  
13º pênalti cobrado 8 convertido.

Desportiva 1x0 Bangu
Local : Engenheiro Alencar Araripe - Cariacica
Data : 06/09/2015
Motivo: Taça Unimed Vitória 2015
Gol : Erivelton pênalti 45 minutos do 1º tempo
Depois de 7 cobranças fora de casa a Desportiva volta ter um em sua casa, este o primeiro contra time de fora do estado, na Taça Unimed Vitória que contava com Bangu/RJ, Serrano/BA e Rio Branco a Desportiva avançou a final após vencer por 1x0 graças ao penal de Erivelton que decretou a vitória grená com 1 a menos.Na final levou troféu após derrotar o Serrano/BA por 4x2 no pênaltis após 2x2 no tempo normal.


Desportiva 3x0 Real Noroeste 
Local : Engenheiro Alencar Araripe - Cariacica
Data : 08/04/2015 
Motivo : Campeonato Capixaba 2015
Cobrador : Marcos Alagoano aos 37 minutos do 2º tempo
Outra vez o Real Noroeste, era a 4ª vez que isso ocorria, gol da Desportiva na primeira vez que goleamos o rival. 15 penais 10 convertidos 

Real Noroeste 1x2  Desportiva
Local : José Olímpio da Rocha
Data : 25/04/2015
Motivo : Campeonato Capixaba 2015
Cobrador: Erivelton 
Nesta partida contra Real Noroeste outro pênalti, mas desta vez começou com um pênalti a seu favor, a Desportiva atrás do placar teve chance mas Erivelton parou em Harrison, o Real também teve outro pênalti podendo aumentar a vantagem e deixar a Desportiva em situação delicada pois a vitória classificaria a equipe e eliminaria o rival, Felipe em defesa espetacular impediu o gol, no fim do 1º tempo Bruninho de falta empatou e o Erivelton que seria vilão ao perder o pênalti virou o placar aos 48  do 2º tempo classificando a Tiva e eliminando o rival, esta também foi a primeira vitória na casa do Real. 





Desportiva 1x0 Espírito Santo
Local : Engenheiro Alencar Araripe - Cariacica
Data : 07/05/2016  
Motivo : Campeonato Capixaba 2016
Cobrador : Edinho  aos 39 do 2º tempo
Esta partida decidia o campeão estadual 2016, o relógio batia quase 40 do 2º tempo a Desportiva com 1 a menos após expulsão de Vandinho em uma escapada de cobra ataque Madison sofre penal que Edinho bate e marca o gol do título.O adversário de 2010 sentia a força da verdadeira Desportiva em campo.
Goianésia/GO 0x1 Desportiva
Local : Municipal Valdeir José de Oliveira - Goiânia
Data : 10/07/2016
Motivo : Campeonato Brasileiro Série D
Cobrador : David aos 2 minutos 2º tempo 
Esta foi a primeira cobrança fora do estado, David zagueiro marcou após Tatá sofrer o pênalti.

Desportiva 2x0 Serra

Local : Engenheiro Alencar Araripe - Cariacica  
Data : 24/07/2016
Motivo: Copa Espírito Santo 2016
Cobrador : Tatá  aos 6 minutos 
19ª cobrança 13º pênalti convertido

Vitória 2x1 Desportiva
Local : Salvador Venâncio da Costa - Vitória
Data : 21/08/2016
Motivo : Copa Espírito Santo 2016
Cobrador : Tata aos 13 do 1º tempo
Foi apenas a 2ª vez em que mesmo com pênalti convertido a equipe grená acabou derrotada em campo. 20 pênaltis a favor 14 convertidos. 

Vilavelhense 1x4 Desportiva
Local : Engenheiro Alencar Araripe - Cariacica    
Data : 20/09/2016
Motivo : Copa Espírito Santo 2016  
Cobrador : Rael aos 9 de pênalti 2º tempo
Aqui Rael começa uma marca pessoal de converter pênaltis seguidos.
  
Desportiva 1x1 Vitória
Local : Engenheiro Alencar Araripe - Cariacica  
Data : 24 de setembro de 2016 Copa Espírito Santo
Motivo : Copa Espírito Santo 2016  
Cobrador : Rael aos 24 minutos 1º tempo pênalti

Desportiva 1x2 Avaí/SC
Local : Engenheiro Alencar Araripe - Cariacica
Data : 15/02/2017 
Motivo : Copa do Brasil 2017
Gol : Rael de pênalti aos 27 do 2º tempo
Segunda cobrança em competição nacional desde 2010.
  



Rio Branco 2x2 Desportiva
Local : Estadual Kleber José de Andrade -Cariacica  
Data : 12/03/2017
Motivo : Campeonato Capixaba 2017
Cobrador: Rael aos 19 minutos e aos 43 minutos 2º tempo
Nesta partida algo raro, não aconteciam dois  pênaltis para a Desportiva desde 1996 quando derrotou o Náutico/PE por 2x1 no Campeonato Brasileiro Série B quando Tico Mineiro marcou nas duas cobranças, e ainda marcou outro na decisão por pênaltis no Araripe. A Desportiva estava com time muito fraco tecnicamente e nesta partida sofreu 2x0 do rival que também marcou um de pênalti, mas na segunda etapa tirou forças da tradição e na raça empatou com  dois de Real, uma coisa preocupava, os últimos 3 gols da equipe foram marcados de pênalti.





Desportiva 2x0 Linhares
Local : Engenheiro Alencar Araripe - Cariacica
Data : 08 de abril de 2017 Campeonato Capixaba 2017
Motivo :  Campeonato Capixaba 2017
Cobrador : Rael aos 16 minutos do 2º tempo
A Desportiva atual campeã estadual chegava a última rodada precisando de vencer o Linhares e ainda torcer para Rio Branco ou Vitória ser derrotado. Começou fazendo a sua parte diante do fraco e rebaixado Linhares aos 16 do 2º tempo outra vez  com Rael, aos 42 João Vitor fez 2x0 Desportiva e pouco depois chega a notícia do fim da partida no Kleber Andrade com o Rio Branco sendo derrotado por 1x0 pelo Espírito Santo, com isso a Desportiva se livrava do trágico rebaixamento e jogava o maior rival na Série B 2018. Aqui a Desportiva chegava a 10 cobranças seguidas convertidas melhor sequência desde 2010 quando começaram ser computados os dados.


Se for somar as disputas de pênaltis contra Rio Branco no Desafio Preto e Grená vitória por 4x2 após 0x0 no tempo normal, contra Serrano/BA na Taça Unimed Vitória vitória por 4x2 após empate em 2x2, são 34 cobranças de pênalti com 28 sendo convertidos e apenas 6 perdidos. O recorde de cobranças convertidas passaria para 16.






22 de setembro de 2016

Desportiva Ferroviária na Indonésia



Escudo oficial da Desportiva durante as partidas na Ásia

Em maio de 1981 a Tiva desembarcou na Ásia, mais precisamente na Indonésia  para uma sequência de partidas amistosas, isso logo após 3 partidas na Coréia do Sul diante do Pohang Steelers onde obteve uma vitória, um empate e uma derrota.
Lá foram 4 partidas na Indonésia foram 4 partidas.

Resultado de imagem para senayan jakarta
Senayan
A primeira em 23 de maio contra a Seleção do Norte de Sumatra no Estádio Teladan Medan, a Seleção do Norte de Sumatra teve o "prazer" de ser a primeira equipe goleada pela Tiva, o placar foi um 4x1 Naldo (2) Londrina e Ericson anotaram os tentos grenás.


Resultado de imagem para stadion teladan Medan
Stadion Teladan Medan
No Estádio Teladan Medan em Sumatra em 25 de maio  a Desportiva encarou o Mercu Buana Medan, Naldo logo aos 2 minutos de jogo abriu o caminho da vitória, aos 26 ele novamente ampliou, na segunda etapa pouco depois dos 10 após grande falha de goleiro Denny Paslah  Naldo fez Tiva 3x0, com isso ele se tornou o único jogador a marcar 3 gols na mesma partida pela Desportiva fora do Brasil, mas o time grená tirou o pé e quase se complicou acabou sofrendo dois gols, aos  31 com  Sanija e aos 36 com Abdurachman.
Resultado de imagem para jacarta
Jacarta

A  Desportiva foi para a capital Jacarta para mais uma partida, em 27 de maio no Estádio Senayan.  o adversário foi o PSSI Pratama, certa de 10 mil pessoas viram a partida terminar com empatem em 1x1. 


Resultado de imagem para bandung indonésia
Bandung
Em 31 de maio o adversário foi a Seleção de Bandung da Ilha de Java 250 km da capital ,lá a Tiva se despediu com vitória por 1x0
encerrando sua a sequência de amistosos na Indonésia, depois disso rumou para o Oriente Médio. para encarar a Seleção do  Qatar onde venceu uma perdeu outra.

Seleção de Sumatra da Indonésia 1x4 Desportiva     23 de maio de 1981
gols : Naldo duas vezes  e  Londrina, Ericson
Mercu Buana da Indonésia 2x3 Desportiva                  25 de maio de 1981
gols : Paulistinha, Londrina e Naldo
Pssi Patrama da Indonésia 1x1 Desportiva                 27 de maio de 1981
gol : Dario
Seleção de Bandoui da Indonésia 0x1 Desportiva 31 de maio de 1981
gol : Naldo

Desportiva no jogo em que  sagrou-se Campeão Capixaba 1981 


No retorno da Ásia o time se sagrou Campeão Capixaba 






18 de setembro de 2016

Desportiva e a primeira decisão Cara ou Coroa da história do Brasil





   

   
No futebol são conhecidas várias formas para desempatar uma partida eliminatória...pênaltis, escanteios, gols feitos fora, cartões, faltas, prorrogação, gol de ouro. Mas e quando nada disso existia? lá em 1965 para ser mais exato, sabe como foi decidida? no cara ou coroa! 

Associação Desportiva Ferroviária campeã capixaba  e o  Associação Esportiva Eletrovapo campeã estadual fluminense se enfrentaram pela 1ª Fase da Taça Brasil de 1965. Foram 3 partidas até "decidir" o classificado para a 2ª fase.


                                           


Na 1ª partida em 18 de julho de 1965 no Caio Martins em Niterói empate em 1x1, Bezerra marcou o 1º gol grená em competições nacionais. O Eletrovapo foi a campo com : João Reis, Estevão, Juvaldo, Bina, Nei, Amaro, Iti, Barbosinha, Fernando Pinto, Pinta e Orlando.
Enquanto a Desportiva com : Jaeder, Vicente, Mateus, Alcione, Earli, Wilson, Arinos, Maurélio, Silvinho, Bezerra e Cunha.


Resultado de imagem para caio martins 1965
Caio Martins década de 50



Na 2ª partida disputada no Estádio Governador Bley empate em 2x2 em 25 de julho. Isso forçou uma 3ª partida a ser disputada novamente no Governador Bley em 27 de julho.
Governador Bley década de 60

Então lá foram Desportiva e Eletrovapo para decidirem o clube classificado. A 
Desportiva foi a campo com :Jaeder; Vicente, Mateus, Alcione, Wilson, Arinos, Maurelio,Diogo, Silvinho, Bezerra e Cunha. O Eletrovapo com : Antoninho; Estevão, Juvaldo, Bina, Ney, Amaro, Ity, Doraci (Barbosinha), Pingo, Fernando Pinto e Orlando. A partida foi apitada por Antônio Viug, e terminou em 0x0 no tempo normal, sendo assim uma prorrogação foi iniciada. Barbosinha fez 1x0 para os visitantes, mas não segurou muito tempo e Cunha deixou tudo igual, fim de prorrogação empate em 1x1, e agora oque fazer? são mais de 300 minutos de capixabas e cariocas se digladiando pela vaga na VII Taça Brasil, Viug decide usar algo trivial para decidir a vaga, o popular "cara ou coroa", chama os dois capitães ao centro do gramado no Governador Bley em Jucutuquara e joga a moeda para cima, Alcione zagueiro grená escolheu cara, e foi uma das melhores escolhas de sua vida pois enfim acaba a baralha entre capixabas e cariocas, a Desportiva Ferroviária vencia a primeira disputa de "cara o coroa" do futebol nacional.


Jornal da época com o registro histórico 
Aqui a Desportiva recebendo espaço em um Jornal carioca que falava do bi campeonato capixaba 64/65

Canal no Youtube 





Desportiva e a primeira decisão Cara ou Coroa da história do Brasil





   

   




No futebol são conhecidas várias formas para desempatar uma partida eliminatória...pênaltis, escanteios, gols feitos fora, cartões, faltas, prorrogação, gol de ouro. Mas e quando nada disso existia? lá em 1965 para ser mais exato, sabe como foi decidida? no cara ou coroa!

























Associação Desportiva Ferroviária campeã capixaba  e o  Associação Esportiva Eletrovapo campeã estadual fluminense se enfrentaram pela 1ª Fase da Taça Brasil de 1965. Foram 3 partidas até "decidir" o classificado para a 2ª fase.

Na 1ª partida em 18 de julho de 1965 no Caio Martins em Niterói empate em 1x1, Bezerra marcou o 1º gol grená em competições nacionais. O Eletrovapo foi a campo com : João Reis, Estevão, Juvaldo, Bina, Nei, Amaro, Iti, Barbosinha, Fernando Pinto, Pinta e Orlando.
Enquanto a Desportiva com : Jaeder, Vicente, Mateus, Alcione, Earli, Wilson, Arinos, Maurélio, Silvinho, Bezerra e Cunha.

Resultado de imagem para caio martins 1965
Caio Martins década de 50



Na 2ª partida disputada no Estádio Governador Bley empate em 2x2 em 25 de julho. Isso forçou uma 3ª partida a ser disputada novamente no Governador Bley em 27 de julho.
Governador Bley década de 60

Então lá foram Desportiva e Eletrovapo para decidirem o clube classificado. A 
Desportiva foi a campo com :Jaeder; Vicente, Mateus, Alcione, Wilson, Arinos, Maurelio,Diogo, Silvinho, Bezerra e Cunha. O Eletrovapo com : Antoninho; Estevão, Juvaldo, Bina, Ney, Amaro, Ity, Doraci (Barbosinha), Pingo, Fernando Pinto e Orlando. A partida foi apitada por Antônio Viug, e terminou em 0x0 no tempo normal, sendo assim uma prorrogação foi iniciada. Barbosinha fez 1x0 para os visitantes, mas não segurou muito tempo e Cunha deixou tudo igual, fim de prorrogação empate em 1x1, e agora oque fazer? são mais de 300 minutos de capixabas e cariocas se digladiando pela vaga na VII Taça Brasil, Viug decide usar algo trivial para decidir a vaga, o popular "cara ou coroa", chama os dois capitães ao centro do gramado no Governador Bley em Jucutuquara e joga a moeda para cima, Alcione zagueiro grená escolheu cara, e foi uma das melhores escolhas de sua vida pois enfim acaba a baralha entre capixabas e cariocas, a Desportiva Ferroviária vencia a primeira disputa de "cara o coroa" do futebol nacional.


Jornal da época com o registro histórico 
Aqui a Desportiva recebendo espaço em um Jornal carioca que falava do bi campeonato capixaba 64/65

Canal no Youtube