Translate

16 de janeiro de 2016

Engenheiro Alencar Araripe 50 anos

16 de janeiro de 2016 o Estádio Engenheiro Alencar Araripe da Desportiva Ferroviária completa 50 anos de sua inauguração, 16 de janeiro de 1966 a Desportiva Ferroviária com menos de 3   anos  completos de existência já alcançava algo que clubes como Flamengo/RJ, Cruzeiro e Atlético/MG até hoje não tem , um estádio próprio!


Engenheiro Alencar Araripe vista aérea 2015
Araripe, estádio do Jardim, Alçapão grená, estádio da Desportiva, Arena Unimed Siccob, não importa como mas todo capixaba já ouviu falar em um dos estádios mais simpáticos do país, muitos tem saudade do antigo tobogã, ou de ficar no alambrado infernizando a vida dos bandeirinhas, treinadores e jogadores adversários, de ficar na geralzinha atrás do gol o jogo todo na orelha do goleiro adversário, são coisas que foram mudando com o tempo mas oque não mudou é a acústica do Araripe que fazem 60 cantarem como se fossem  300.  

A Companhia Vale do Rio Doce (CVRD) foi a grande responsável pelo capital da construção do estádio, afinal o clube era  Associação Desportiva Ferroviária Companhia Vale do Rio Doce, o sonho começou a ganhar força quando José Himérico assumiu a presidência que tinha 2 anos de mandato, o seu foi no biênio 1965/1966, o estádio de fato começava a ganhar forma, devido a influência de José Himérico o investimento por parte da Vale foi maior que nos anos anteriores, o gramado teria as seguintes marcações, 110x75 metros com os alambrados construídos nas oficinas da Vale.
Instalação do sistema eletrônico de irrigação do estádio 2014
O gramado teve uma pessoa ilustre contribuindo no seu plantio, Simonassi jogador da própria equipe da Desportiva, que em Santa Teresa antes de vir para jogar na Tiva  trabalhou com agronomia, e essa ajuda foi perfeita afinal quem seria melhor que um atleta para essa fase...O estádio ganhou forma de fato quando foi fixada atrás de um dos gols uma arquibancada simples de madeira, e na lateral onde fica a  2ª ponte outro lance de arquibancadas, feita com algumas peças de trilhos, o Araripe já poderia ser chamado de estádio, nasceu  comportando 2,500 pessoas, o nome oficial Engenheiro Alencar Araripe foi uma homenagem a um engenheiro da Vale que se chamava Delecarliense de Alencar Araripe, o mesmo havia sido superintendente da estrada de ferro Vitória-Minas e chegou a diretor da Companhia Vale do Rio Doce (1945/1961), porém faleceu antes da inauguração do Araripe, recebendo esta homenagem póstuma. 
Arquibancadas de cimento 
Em 1967 veio também o primeiro  lance de arquibancadas de cimento, onde hoje ficam as cabines de transmissão de rádio e TV no bairro Jardim América , lá também ficavam vestiários, restaurante, enfermaria, quartos e salas um espaço muito amplo e bem aproveitado, de 1967 até 1969 as arquibancadas de madeira foram substituídas por arquibancadas se cimento, o estádio era uma coisa linda, uma das maiores estruturas do país naquele tempo.
O estádio conta com quatorze cabines de imprensa, dois camarotes, seis bares, entradas independentes para os cinco setores do estádio, academia e três vestiários amplos com acesso aos gramados por túneis independentes. Durante este ano de 1967 a Desportiva mostrou que na sua casa era imbatível e fora também, ficamos 51 partidas invictos.

A cobertura

O estádio seguia recebendo suas melhoras em meados de 1968 veio a cobertura da arquibancada,que na verdade era uma escola no caso do lance junto a 2ª ponte,o colégio Eliezer Batista foi construído e junto a ele a arquibancada que na época a Vale não queria faze-la,mas a diretoria foi esperta e com essa manobra de colégio e arquibancada conseguiu a construção desta parte,porém outra grande prova de que a Vale estava satisfeita com o estádio foi que mudaram o projeto inicial que era o estádio em forma de ferradura,avançando uns anos em 1973 veio o tobogã(que durante vários anos foi o maior do país) e a geralzinha" do lado onde fica a estação Pedro Nolasco, foram instaladas também as cadeiras de sócios.
Algumas décadas mais tarde o Engenheiro Araripe recebe investimentos de Unimed Vitória e o Sicoob , a recuperação do local, que não estava em condições de receber jogos, teve início em dezembro do último ano e os resultados já podem ser vistos em diversos pontos da Arena Unimed Sicoob, como passou a ser chamado o estádio durante a nova parceria. Ao todo, serão investidos  cerca de R$ 400 mil em melhorias dentro de um período de cinco anos no local.


Inauguração :
O Araripe foi inauguração em  16 de janeiro de 1966, na partida entre  Desportiva Ferroviária e América-RJ , o time carioca era uma das grandes forças do futebol brasileiro, um dos maiores do Brasil, e ainda por cima contava com um ídolo grená no elenco o lateral Diogo que fez muito sucesso na Tiva, que por isso recebeu até uma homenagem da diretoria da Desportiva, a musa Aurora Romano foi quem deu o pontapé inicial do estádio Engenheiro Alencar Araripe, fomos a campo com :
Adjalma, Azul, Mateus, Roberto Almeida, Earl, Wilson, Fausto, Arinos, Maurélio, Silvinho e Bezerra. Xavier, Umberto Monteiro, Sominassi, Alcione e Edson Flecha Negra entraram com a partida sendo jogada. 
O placar não foi nada agradável, a derrota por 3x0 não estava nos planos de ninguém pelo lado grená, as redes do Araripe foram inauguradas por um grená, mas foi as avessas, pois Roberto Almeida marcou contra, 1x0 América, a Desportiva chegou a empatar , mas a arbitragem errou feio e invalidou o gol de Bezerra, a partida seguia franca até os 35 minutos da segunda etapa quando Zezinho marcou 2x0 e o mesmo aos 43 quando a Tiva se lançava toda ao ataque fez o 3 fechando assim o placar, o Araripe era inaugurado de uma forma meio que melancólica com gol contra e derrota, oque foi apagado rapidamente com a campanha no torneio seguinte com a Desportiva goleando todo mundo no estadual e se tornando campeã de forma invicta...Em 29 de janeiro de 1967 voltamos a encontrar o América/RJ no Araripe, desta vez vencemos o adversário em um emocionante 5x4. 


A primeira vitória veio em 6 de fevereiro de 1966 Desportiva 2x1 Vitória, 3ª rodada do estadual de 1965, esta foi nossa primeira partida oficial dentro de casa.

A primeira goleada aconteceu em 27 de fevereiro de 1966 Desportiva 4x0 Santo Antônio pela mesma competição. 


O primeiro título comemorado em nossa casa foi a Taça Cidade de Vitória de 1966(invicta) após o empate em 0x0 com o arqui rival Rio Branco demos a primeira volta olímpica de muitas em casa.


A primeira partida noturna. em 19 de fevereiro de 1967 ocorreu o primeiro treino noturno no Araripe,  no dia 22 de fevereiro em 1967 em uma terça feira, outro carioca foi  convidado para uma inauguração no nosso estádio, desta vez foi o poderoso Fluminense, nessa partida a equipe capixaba não deu chances e aplicou 2x0 no visitante, havíamos aprendido a lição Silvinho e Dennison marcaram os escores grenás.
Uma das 4 torres de iluminação do estádio cada uma contém 15 holofotes
21 de novembro de 1969 a primeira partida internacional do Araripe, Desportiva enfrentou a seleção  africana de Gana, e venceu por 2x1.


Títulos comemorados no Engenheiro Araripe pela Tiva :
1966 Taça Cidade de Vitória Desportiva 0x0 Rio Branco
1967 Capixaba Desportiva 1x0 Rio Branco
1968 Taça Cidade de Vitória Desportiva 0x0 Rio Branco
1971 Capixaba Rio Branco 0x1 Desportiva
1972 Capixaba Desportiva 0x0 Rio Branco
1974 Quad. Desportiva Ferroviária Santo Antônio 0x1 Desportiva
1974 Capixaba Desportiva 1x0 Rio Branco
1975 Torneio de Verão Desportiva 4x0 Santo Antônio
1976 Torneio Élcio Álvares Desportiva 0x0 Rio Branco
1977 Capixaba Desportiva 1x0 Rio Branco
1977 Taça Jones dos Santos Neves Rio Branco 0x0 Desportiva
1980 Capixaba Desportiva 4x1 Rio Branco
1981 Capixaba Desportiva 0x0 Colatina
1984 Capixaba Desportiva 2x0 Rio Branco
1988 Taça Grande Vitória Desportiva 1x1 Rio Branco
1989 Capixaba Desportiva 2x0 Ordem e Progresso
1992 Capixaba Desportiva 3x0 Comercial de Muqui
1996 Capixaba Desportiva 1x1 Linhares EC
2007 Capixaba série B Desportiva 3x1 Rio Bananal
2008 Copa Espírito Santo Rio Branco 0x0 Desportiva
2014 Desafio Preto e Grená Desportiva 0x0 Rio Branco
(pênaltis Des 4x2 RB)
2014 Taça Unimed Vitória Desportiva 2x2 Serrano/BA
(pênaltis Desportiva 4x2 Serrano)
Foram 22 títulos oficiais registrados em casa por este humilde blog grená.


O Araripe é palco de várias partidas memoráveis, muitos craques passaram por aqui, abaixo uma pequena lista pois são tantos que daria mais de uma semana de nomes.

Pela Desportiva :
Diogo, Adjalma, Silvinho, Luizinho, Zezinho Bugre, Botelho, Mauro Soares, Welder, Mario Matador, Léo Oliveira, Edalmo, Gerson, Cunha, Bezerra, Simonassi, Elci, Célio, Juci, Roberto Almeida, Geovani, Maurélio,  Andrade, Washington, Orlando, Evandro, Sávio, Morelato, Humberto Monteiro, Arinos, Moreira, China, Vicente Paixão, Naldo, Zito, Zuza,  

Rivais :
Bebeto, Romário, Edmundo, Ronaldinho, Rivelino, Rivaldo, Emerson Leão, Ademir da Guia, Andrada, Roberto Dinamite, Toninho Cerezo, Mazarópi, Jérson,  Paulo Cesar Caju, Zico, Dadá Maravilha, Figueroa, Manga, Carlos Alberto Torres, Renato Gaúcho.


Pela série A do brasileiro temos Zezinho Bugre como o  maior artilheiro islado do estádio com 15 gols, Botelho com 7 gols e Zuza com 6 gols fecham o trio que mais marcou ela série A.
Pelo Campeonato Brasileiro série A, a Desportiva disputou 110 partidas no Araripe sendo 46 vitórias, 28 empates e 36 derrotas, 107 gols pró e 105 gols contra, e vários tantos outros  jogos pelas séries B e  C do brasileiro, Copa do Brasil e Copa Verde. 
Outras equipes capixabas  já usaram o Araripe como "casa" em competições nacionais, os capixabas Vitória, Linhares, Serra, Rio Branco, e clubes de fora como Flamengo-RJ, Botafogo-RJ e Fluminense-RJ.
A seleção do Brasil jogou apenas uma vez no Espírito Santo com o time principal, em 26 de junho de 1996, Brasil 3x1 Polônia. 
Entrada principal frente do estádio(2015)



Os 10 maiores públicos do Engenheiro Araripe


1) Flamengo (RJ) 0 x 1 Vitória (BA), 27.600.
28/09/1995 Campeonato Brasileiro.

2) Desportiva 0 x 2 Atlético (MG), 27.232. 
17/01/1982,  Campeonato Brasileiro.


3) Desportiva 0 x 0 Rio Branco (ES), 27.010, 08/12/1985.

Campeonato Capixaba.

4) Desportiva 1 x 0 Flamengo (RJ), 24.363.
17/10/1973 Campeonato Brasileiro.


5) Desportiva 0 x 2 Flamengo (RJ), 23.642.

 20/10/1977,Campeonato Brasileiro.

6) Desportiva 0 x 5 Fluminense (RJ), 23.120.
16/10/1977, Campeonato Brasileiro.

7) Desportiva 0 x 0 Flamengo (RJ), 21.558.
31/08/1975, Campeonato Brasileiro.

8) Desportiva 1 x 4 Atlético (MG), 21.352. 
05/03/1980,Campeonato Brasileiro.

9) Desportiva 0 x 1 Atlético (MG), 20.709.
12/10/1986 Campeonato Brasileiro.


10) Desportiva 2 x 3 Rio Branco (ES), 20.000.

30/03/1975 Torneio de Verão.
* Algumas partidas não possuem o borderô real da partida, fazendo com que os públicos não sejam 100% reais, no brasileiro série B de 1998 por exemplo a Desportiva colocou até 22 mil em casa no quadrangular final porém o borderô marcou bem menos.  

Placar eletrônico o 1º do estado

O imponente tobogã quase concluído
Engenheiro Alencar Araripe 100% concluído


detalhe para a construção da 2ª ponte ligando Vila Velha, Cariacica e Vitória
projeto inicial de como seria o Araripe



estádio quando ainda possuía tobogã e sede social


Antigo setor das cadeiras de sócios