Translate

31 de outubro de 2015

Torneio Élcio Álvares 1976


A Desportiva em 1976 conquistou este inédito título, o Torneio Élcio Álvares, neste período a Confederação Brasileira de Futebol (antes CBD) criava torneios para manter as equipes não classificadas as fases anteriores em atividade, um deles era este torneio, tiveram outros espalhados pelo país como Heleno Nunes no Rio de Janeiro, José Américo de Almeida Filho no Nordeste entre outros. Este foi disputado por Desportiva(ES), Rio branco(ES), Americano(RJ) e Fortaleza (CE) em jogos de ida e volta acontecendo em Cariacica/ES e Campos/RJ, quem pontuasse mais seria declarado o campeão da competição.


A disputa


Desportiva 0x0 Americano 
10 de novembro 1976
Engenheiro Alencar Araripe
Nossa campanha teve início contra um velho conhecido, o Americano de Campos/RJ, o clube fora do Espírito Santo que mais enfrentamos na história 27 partidas, os dois não saíram de um 0x0 no estádio Engenheiro Araripe, a Tiva terminou a partida com 10 pois teve Evandro expulso.

Fortaleza 0x1 Desportiva 

14 de novembro 1976
Engenheiro Alencar Araripe
Na segunda partida os cearenses do Fortaleza, nesta partida vencemos pelo placar mínimo de 1x0 Moreira marcou o gol da vitória logo aos 8 do 1º tempo. Só lembrando que a equipe cearense jogou uma partida em Campos e as outras partidas no Espírito Santo. Nossa escalação foi : Azevedo, Augusto, Edmar, Ari, Celso Alonso, Sergio, Valmir, Paulinho, Moreira e Toninho (Claudio).


Desportiva 2x1 Rio branco

17 de novembro 1975
Engenheiro Alencar Araripe
3ª rodada o maior clássico do estado, Desportiva e Rio branco que já haviam jogado duas vezes no Brasileiro de 76, com uma vitória para cada lado se enfrentaram no Araripe, a Tiva foi a campo com Azevedo, Augusto, Edmar, Ari, Celso Alonso, Sergio, Valmir, Paulinho, Orlando (Claudio), Moreira e Toninho (Evandro). Rogério fez 1x0 para os rivais aos 39 do 1º tempo, na segunda etapa em 7 minutos veio a virada, Edmar aos 23 empatou e Evandro que voltava de suspensão aos 30 virou. A Tiva virava o 1º turno com 5 pontos, contra 3 do Rio branco e Americano, Fortaleza com apenas 1.

Americano 2x1 Desportiva 

20 de novembro 1976
Ari de Oliveira 
No 2º turno fomos até Campos interior do Rio de Janeiro e conhecemos nossa única derrota na competição.

Desportiva 2x1 Fortaleza

25 de novembro 1976
Engenheiro Alencar Araripe
Contra o Fortaleza voltamos a vencer no torneio, escaladados com : Azevedo, Augusto, Edmar, Saúva, Celso Alonso, Sergio, Valmir, Evandro, Zambi (Carlinhos), Moreira e Toninho.A Tiva abriu o placar aos 5 do segundo tempo com Moreira, acabou sofrendo o empate com Dudé aos 14 minutos, aos 44 minutos Moreira fez o gol da vitória, fez o gol que seria o gol do título graças a partida seguinte.

Rio branco 0x0 Desportiva

28 de novembro
Engenheiro Araripe
Desportiva e Rio branco voltavam a se enfrentar, esta era a 8 partida entre as equipes naquele ano, com duas vitórias para cada lado além de 3 empates. 

Na classificação Desportiva chegava com 7 pontos, contra 6 do Americano e Rio branco, o Fortaleza 1. 
O clássico era uma verdadeira final  a Desportiva vencendo era campeã, o Rio branco precisava vencer e torcer para o Americano não vencer o Fortaleza em Campos, lá isso aconteceu Americano e Fortaleza ficaram no 0x0, de quebra no Araripe com clássico bastante nervoso e pegado que teve Dario e Evandro expulsos pela arbitragem, o placar se repetiu com isso a Desportiva Ferroviária quem sorriu por ultimo e comemorou este título  interestadual, Azevedo, Augusto, Edmar, Saúva, Celso Alonso, Sergio, Carlinhos, Valmir, Cláudio,  Evandro, Moreira foram os campeões .




Desta Desportiva que derrotou o Fluminense/RJ vários foram campeões do torneio