Translate

14 de abril de 2012

Zezinho Bugre o maior artilheiro grená em campeonatos brasileiros

A Desportiva está afastada um longo período da primeira divisão do futebol nacional, desde 1993 para ser mais exato, mas nas sua época áurea de primeira divisão  deu trabalho para muita gente como já vimos aqui neste mesmo blog, vitórias sobre Flamengo, Atlético/MG, Grêmio, Palmeiras, além de empates fora de casa contra Santos, Corinthians e etc, e um jogador se destacou se transformando em artilheiro do time capixaba em jogos na primeira divisão,  Zezinho Bugre. 
É sobre ele esta postagem, Zezinho já merece destaque por ser o autor do primeiro gol grená pelo campeonato brasileiro, na vitória por 2x0 sobre o Sergipe em 25 de agosto de 1973,  nessa partida  entrou para a história por vários motivos lógicos, primeiro gol capixaba na primeira divisão, primeira vitória de um time do Espírito Santo, primeira vitória da Tiva, dava para notar que logo no primeiro jogo ele faria história. História de artilheiro que já vinha  vinha dos estaduais, afinal Zezinho já era ídolo no estado sendo campeão pela Desportiva e um artilheiro nato, o gol histórico saiu aos 15 da segunda etapa, 3 minutos depois Juci decretou  2x0 e vitória grená com o pé direito. Lembrando que em 67 partidas Zezinho Bugre marcou 19 gols média de 0,28 por partida.




A segunda partida não podia ter sido melhor 2x0 no Atlético/MG  de Telê Santana dia 29 de agosto, em mais uma partida em casa. O Brasil se surpreendia com essa equipe, as atenções se voltavam para a Desportiva Ferroviária que liderava o campeonato brasileiro nessas duas rodadas até então com duas vitórias em duas partidas, junto com o Palmeiras  que seria o campeão naquele ano, Reinaldo um dos maiores ídolos do time mineiro teve que apenas acompanhar o show de Zezinho marcando aos 15 do primeiro tempo e aos  5 do segundo.

Zezinho nos histórico Desportiva 2x0 Atlético/MG

Após 5 partidas ele volta a marcar e dessa vez na vitória de 1x0 contra o Náutico,  em uma quarta feira 12 de setembro aos 9 da segunda etapa.
Em 14 de outubro Zezinho deixou o seu na derrota por 2x1 para o Vitória na Bahia marcando aos 38 do primeiro tempo.
No dia 17 de outubro mais um dia histórico para a Tiva e para ele Zezinho, que marcou o gol da vitória grená diante do Flamengo de Zico aos 21 do segundo tempo, mais um grande é derrubado pela Desportiva em seus domínios e Zezinho mais uma vez é o nome do algoz, se tornando especialista e derrubar gigantes, primeiro Atlético/MG de Reinaldo e Telê Santana depois o Flamengo de Zico.

Na derrota de 3x1 para o Santos,  Zezinho mais uma vez não passou em branco contra os grandes, mesmo na derrota deixou o dele.
no dia 14 de novembro ele marcou um na vitória por 2x0 no Paysandu em plena casa do adversário aos 43 da primeira etapa, foi seu primeiro gol fora do estado, o outro foi anotado por Wilson Pereira aos 10 também do primeiro tempo.

Dia 5 de dezembro mais uma vez contra o Náutico ele deixou o seu aos 39 da segunda etapa. Baiano, que por sinal  é capixaba e que até hoje é lembrado no estado de Pernambuco como o maior artilheiro do estadual de lá marcando pelos 3 grandes da capital, Santa Cruz, Sport e uma das suas vítimas preferidas o próprio Náutico marcou aos 13 da segunda etapa.



Campeões de 1974 que se classificaram para o brasileiro

No brasileiro de 1974 ele seguiu marcando, na vitória de 1x0 diante do Avaí ele marcou. Em um jogaço de bola a Desportiva foi derrotada por 3x2 pelo Botafogo/RJ depois de estar vencendo por 2x0, Zezinho marcou o segundo gol no jogo, mas o time carioca contava com Nilson Dias e Fischer no time e em 20 minutos viraram a partida. Mas antes disso ele deixou mas dois na disputa entre Desportiva e Rio Branco pela vaga no brasileiro, a Desportiva deveria ser o representante por conquistar o estadual de 74, porém a CBF que adora bagunçar o coreto colocou as duas equipes para decidirem quem ficaria com  a vaga, na vitória de 1x0 e na derrota por 3x1 , Zezinho fez os gols da Tiva, na partida decisiva ele não marcou mas a Tiva venceu por 2x1 e se classificou para o brasileirão corrigindo uma injustiça que a CBF quase provocou.

Na vitória por 2x1 frente ao Sampaio Corrêa, Zezinho pela segunda vez marca duas vezes na mesma partida dando a  vitória a equipe grená. No empate com o Bahia fora de casa em 1x1 mais uma vez Zezinho.
Foi mais uma vez com a colaboração de Zezinho Bugre que a Desportiva mais uma vez deu trabalho a um grande dentro de casa, no empate com o Fluminense/RJ que era chamado de  "a máquina tricolor" , que contava em seu time titular,  tri campeões mundiais com o Brasil em 1970, Félix e Carlos Alberto, além de Abel Braga

Já é 1975 e Zezinho bem mais experiente segue deixando a sua marca, na vitória por 1x0 sobre o Santa Cruz ele marcou.
Em 1979 em sua uma penúltima vez balançando as redes na série A, em 29 de outubro na vitória por 2x0 diante da Caldense/MG no Engenheiro Araripe. 
No mesmo Estádio  Zezinho marcou pela ultima vez no Brasileiro no dia 3 de novembro na vitória por 2x1 sobre o Caxias/RS. 

Náutico/PE e Rio Branco/ES foram as equipes que levaram gols em mais de uma partida. 
Atlético/MG e Sampaio Corrêa/MA levaram 2 gols na mesma partida. Zezinho Bugre se destacou por marcar gols de bola rolando e de cabeça, era um atacante que não precisava de pênaltis para marcar seus gols! Foram 18 gols dos 20 gols no Engenheiro Araripe, a casa de Zezinho Bugre, em terra de Araripe Zezinho Bugre é rei! Bahia e  Pará  os estados que viram Zezinha balançar as redes foram do Espírito Santo.


Tiva de Zezinho no Araripe em 1973

As vítimas de Zezinho Bugre


Brasileiro de 1973


Desportiva  2x0 Sergipe/SE  

Local :  Estádio Engenheiro Araripe
Data  : 25 de agosto 
Gol  : 15 do 1º tempo.

Desportiva 2x0 Atlético/MG
Local : Engenheiro Araripe
Data  : 29 de agosto
Gols  :  15 do 1º tempo  05 do 2º tempo

Desportiva 1x0 Náutico/PE    

Local : Engenheiro Araripe
Data  : 12 de setembro
Gol    : 09 do 2º tempo

Desportiva 1x2 Vitória/BA      
Local : Engenheiro Araripe
Data  : 14 de outubro
Gol    : 38 do 1º tempo

Desportiva 1x0 Flamengo/RJ

Local : Engenheiro Araripe
Data  : 17 de outubro 
Gol    : 26 do 2º tempo

Desportiva 1x3 Santos/SP
Local : Engenheiro Araripe
Data  : 24 de outubro
Gol    : 02 do 1º tempo

Paysandu/PA 0x2 Desportiva

Local : Baenão
Data  : 14 de novembro
Gol    : 43 do 1º tempo

Desportiva 2x0 Náutico/PE
Local : Engenheiro Araripe
Data  : 5 de dezembro
Gol    : 39 do 2º tempo
*9 gols em 25 partidas 


Seletiva Brasileiro de 1974


Desportiva 1x0 Rio Branco/ES

Local : Engenheiro Araripe
Data  : 07 de fevereiro 


Rio Branco/ES 3x1 Desportiva 

Local : Engenheiro Araripe
Data  : 10 de fevereiro

Brasileiro de 1974 


Desportiva 1x0 Avaí/SC
Local : Engenheiro Araripe
Data  : 17 de março
Gol    : 26 do 2º tempo

Desportiva 2x3 Botafogo/RJ

Local : Engenheiro Araripe
Data  : 06 de abril
Gol    : 02 do 2º tempo

Desportiva  2x1 Sampaio Corrêa/MA

Local : Engenheiro Araripe
Data  : 08 de maio
Gol    : 22 do 1º tempo e 27 do 2º tempo

Bahia 1x1 Desportiva

Local : Fonte Nova
Data  : 05 de junho
Gol    : 16 do 1º tempo

Desportiva 1x1 Fluminense/RJ

Local : Engenheiro Araripe
Data  : 05 de junho 
Gol    : 25 do 1º tempo
 *6 gols em 18 partidas em 1974


Brasileiro de 1975

Desportiva 1x0 Santa Cruz/PE

Local : Engenheiro Araripe
Data  : 17 de setembro 
Gol    : 06 do 2º tempo
*1 gol em 10 partidas


Brasileiro de 1979

Desportiva 2x0 Caldense/MG

Local : Engenheiro Araripe
Data  : 23 de outubro
Gol    : 28 do 2º tempo

Desportiva 2x1 Caxias/RS
Local : Engenheiro Araripe
Data  : 03 de novembro

Gol    : 43 do 1º tempo
*2 gols em 11 partidas.

Nosso matador em foto da Revista Placar de 1973...essa é histórica...