Translate

23 de dezembro de 2012

Desportiva x São Paulo FC


A única vez que as duas equipes  se encontraram, correu em  Julho de 1971 no estádio Engenheiro Alencar de Araripe, o São Paulo acabara de ser campeão paulista em cima do Palmeiras a menos de 15 dias, bicampeão na verdade 1970 e 1971. A Desportiva que seria  dentro de campo o verdadeiro campeão capixaba de 1971, título perdido no tapetão após uma jogada suja de seu maior rival, que após o término do estadual e de ser derrotado dentro de campo 3 vezes em 5 jogos entrou a justiça desportiva com um documento que ninguém sabia que estava guardado a 7 chaves dentro da federação,  mas que em um passe de mágica apareceu na mesa do presidente rival. Para explicar melhor relatarei aqui matéria do jornal A gazeta de 3 de Setembro de 1972 também escrito no livro sobre a Desportiva... Matéria escrita pelo então diretor de esportes do jornal A Gazeta Álvaro José Silva torcedor assumido do Rio branco,descreveu assim o caso:


A maior jogada deste ano futebolístico no Espírito Santo é o título que o rio branco vai ganhar pelo correio derrotando a Desportiva Ferroviária de maneira contestável e até certo ponto desonesta. O papel que chegou à federação caiu em mãos do ex-presidente Salomão Nader, não deu entrada no órgão máximo e depois aparaceu novamente no processo armado pelo ex-presidente (do rio branco) Edson Bourguignon. Não pode é ter andado sozinho de um lugar para o outro. É bom que se analise o problema dentro do seguinte ponto de vista : 1) A Desportiva não pode mesmo entrar em campo por que a situação é desonesta. 2) Mesmo que pretendesse, a Desportiva não teria time para escalar. Quando Salomão Nader enviou o pedido de aprovação do regulamento do estadual-71 e veio comunicado da CBD (Confederação Brasileira de Desportos atual CBF), ele não comunicou aos clubes por que tinha a intenção de favorecer o rio branco, ou não queria mais amolação às vésperas de se iniciar a competição maior do esporte capixaba. Depois, Edson Bourguignon não poderia ter retirado o documento de dentro da FDE. Deve isto sim, tê-lo recebido de Salomão Nader para ser juntado ao restante das provas que pesariam sobre os ombros dos dirigentes grenás. Acreditar que o documento se apaixonou pelo rio branco (ou por Bourguignon)e saiu correndo da gaveta da Federação para ir para dentro da pasta do ex-presidente do rio branco, e que depois eles se casaram e viveram felizes para sempre tendo Salomão Nader como padrinho, é demais . E eu, que não sou dirigente de clube e jamais pretendo ser, nunca colocaria o meu time em campo numa situação destas, a exemplo do que faz o vice-presidente Ney Ventura. (A Gazeta,3 de Setembro de 1972.
A Desportiva não entrou mesmo em campo sendo homologado assim o título estadual para o seu rival, no título mais sem graça e mais desonesto da história do futebol capixaba. O título pelo correio, 6 meses após o término do estadual

Voltando a partida entre Desportiva Ferroviária x São Paulo, q
uem começou na frente é o time grená, a Tiva abriu o placar logo aos 14 minutos de jogo com Déo, o gol animou e muito o time capixaba que até certo ponto surpreendia o time paulista pelo domínio de bola e pela falta de respeito ao atual bicampeão campeão paulista, o time grená não sentia pressão alguma de enfrentar o São Paulo, que  inclusive  seria naquele ano 2 º colocado no triangular final da 1ª edição do campeonato brasileiro sendo vice campeão daquele ano. Mas aos poucos a força do atual bicampeão paulista foi aparecendo e o futebol dos adversário se soltando parecia que os jogadores do São Paulo se assustaram com a falta de respeito dos grenás dentro de campo neste inicio de partida, mesmo em sua casa a Desportiva Ferroviária surpreendia afinal acuava os paulistas que contavam em seu elenco com Terto, Pedro Rocha, Paraná, Toninho Guerreiro e com o técnico Oswaldo Brandão,  Forlan  não jogou nesta partida. 
Com um futebol forte ofensivamente as duas equipes desenvolviam uma partida bonita e aberta e aos 28 veio o empate do São Paulo com o craque Pedro Rocha, com tudo igual no placar o resultado já era o mais justo porém oque se via era um São Paulo ganhando cada vez mais terreno e deixando desta vez a Desportiva Ferroviária acuada...E aos 44 minutos de jogo mais um craque tricolor marca, Paraná vira a  partida e o 1º tempo se encerra em 2x1 para os visitantes, resultado esse que não se alterou no decorrer do segundo tempo terminando com vitória do São Paulo FC por 2x1 frente a Desportiva Ferroviária. Mesmo com a derrota os capixabas mostraram grande potencial e o mais importante dentro do Araripe camisa não botava medo nos grenás...


súmula da partida de 1971



Desportiva Ferroviária 1x2 São Paulo/SP
Estádio: Engenheiro Alencar de Araripe, Cariacica-Espírito Santo
Data:10 de julho de 1971
Horário : 21h15
Arbitro: Jaime Silva
Público: 4.890  pagantes
Escalações:
Desportiva Ferroviária : George, Juci, Elci, Pinduca, Elísio, Tião, Alair, Nélson Souza, Carlinhos, Chiquinho e  Déo
Técnico:Beto Pretti


São Paulo : Sérgio, Tenente, Jurandir, Arlindo, Gilberto, Carlos Alberto, Pedro Rocha, Paulo (Téia) , Terto (Everaldo), Toninho Guerreiro, Paraná (Toninho II)

Técnico:Oswaldo Brandão


Gols : Desportiva Ferroviária  Déo aos 14 

São Paulo Pedro Rocha aos 28, Paraná aos 44 minutos, todos gols marcados no 1ª tempo


======================================================


                                               


Campanha no Capixaba 1971
1ª fase
Ferroviária/ES 0x0 Desportiva 
Desportiva  1x0 América/ES
Desportiva  3x0 Vitória/ES
2ª fase
Turno
Desportiva  5x0 Estrela do Norte
Cachoeiro 1x3 Desportiva 
Vitória/ES 0x0 Desportiva 
América/ES  0x0 Desportiva 
Rio branco 1x0 Desportiva 
Returno
Desportiva  2x0 Vitória/ES
Desportiva  1x1 América/ES
Desportiva  1x0 Rio branco
Estrela do Norte 1x2 Desportiva 
Finais
Desportiva  1x0 Rio branco
Rio branco 1x1 Desportiva 

Rio branco 0x1 Desportiva  *
*jogo do título

Projeto de colorização de Leandro Vieira Carlini


                                             

Campanha no Paulista 1971

São Paulo 3x1 Juventus
Portuguesa de Desportos 3x2 São Paulo
São Paulo 4x2 Paulista
São Paulo 2x1 Palmeiras
Ferroviária 1x2 São Paulo
 São Paulo 1x0 Ponte Preta
 Corinthians 1x1 São Paulo
São Bento (Sorocaba) 1x3 São Paulo
 São Paulo 1x0 Botafogo (Ribeirão Preto)
 Santos 1x0 São Paulo
 Guarani 0x1 São Paulo
Segundo Turno
 Juventus 0x1 São Paulo
 São Paulo 2x0 Guarani
 São Paulo 0x0 Santos
 Botafogo (Ribeirão Preto) 1x2 São Paulo
 São Paulo 3x0 São Bento (Sorocaba)
 Ponte Preta 0x1 São Paulo
 São Paulo 2x1 Ferroviária
 Corinthians 1x0 São Paulo
 Paulista 2x3 São Paulo
 São Paulo 4x1 Portuguesa de Desportos
 Palmeiras 0x1 São Paulo*
*jogo do título
São Paulo no jogo do título




Curta nossa página no facebook e receba todas as atualizações de postagens do blog.


 Menu do nosso blog