Translate

16 de março de 2013

Desportiva Ferroviária brasileiro de 1982,o ano do quase





O brasileiro de 82 foi dividido em 8 grupos com 5 times cada,onde todos se enfrentava e turno e returno e os 3 primeiros passavam de fase e o 4º colocado disputava uma repescagem.somente o 5º estaria de fora.

Desportiva foi jogar o grupo F ao lado de Atlético/MG,Grêmio,São José/SP e Vitória/BA,com um grupo muito forte a a fraca campanha do ano anterior,todos tinha a certeza de que a Desportiva seria o único eliminado,e muitas pessoas se sentiram com a razão ao ver a Desportiva ser derrotada por 2x0 para o Atlético/MG dentro de casa, Rogério, Edmar, Gabriel, Vicente Paixão, Marcos Nunes, Marcos Lima, Dario, Batalha (Flecha), Paulistinha, Naldo, Jorge Luís (Raul), foi essa a escalação do time que seria uma surpresa para muitos neste brasileiro,Delci Rodrigues era o técnico grená.
Na segunda rodada nova derrota grená desta vez de um velho conhecido nosso o Grêmio que nos enfrentamos várias vezes nos anos 70 e 80 na primeira divisão,no estádio Olímpico derrota por 2x0.
Jogando em São Paulo no estádio Martins Pereira derrota para o São José por 2x1 Dario marcou o primeiro gol da Tiva nesse campeonato aos 25 de segunda etapa.
Na quarta rodada a Desportiva entrava muito pressionada afinal era a única equipe do grupo sem pontuar,Atlético;MG e  Grêmio com 5 pontos,São José/SP e com 4,Vitória/BA com 2,e somente o time capixaba sem pontos,a vitória valia 2 pontos nesta época deixando a situação mais difícil ainda.Com Rogério,Edmar,Gabriel,Vicente Paixão,Quincas(Adválter)Marcos Nunes,Paulistinha,Jorge Luís,Dario,Naldo e Batalha(Zuza) a Desportiva foi a campo com a missão de vencer ou vencer era tudo ou nada afinal uma nova derrota seria um desastre total,afinal deixaria a equipe praticamente eliminada neste grupo fortíssimo,que ao lado do grupo C  que era composto por São Paulo,Flamengo,Náutico,Ferroviário/CE e Treze/PB, era o mais difícil de se jogar. Indo com tudo pra cima a Desportiva com 2 minutos de jogo abriu o placar com Dario,que era o maior destaque da equipe capixaba nesse brasileiro,depois de gol o time diminuiu um pouco o ritmo e levou o empate aos 30 ainda na primeira etapa com Laerte,este resultado era muito ruim ainda para a Tiva que dentro de casa não podia perder mais pontos...a pressão retornou e aos 20 veio o segundo gol grená mais uma vez com ele Dario,o Araripe voltava a explodir e se enchia de esperança,a partida seguia 2x1 e com muita apreensão o relógio marcava 44 do segundo tempo Zuza que entrara no segundo tempo no lugar de Batalha,fez a equipe vencer esta guerra e sair vitoriosa contra o Vitória..esse triunfo colocava a Desportiva na disputa da repescagem até o momento contra o Mixto/MT.
Cheia de esperança a torcida grená compareceu na partida seguinte contra o São José em casa,mais infelizmente a equipe foi surpreendida pelo esquema de contra ataque do time paulista e decepcionou perdendo por 1x0.
Agora estava 3 jogos,Vitória na BA,Atlético em MG e o Grêmio em casa,uma caminhada indigesta...precisando vencer pelo ao menos duas destas partidas pra não dar adeus precoce e mais uma vez decepcionar sua torcida a Desportiva foi decidida a vencer o Vitória de qualquer forma fora de casa,era uma quarta feira em Salvador,onde aconteceria uma batalha épica...Naldo aos 13 abriu o placar para a Tiva,o Vitória não poderia perder mais uma para a Desportiva e dentro de casa,afinal só restava esta partida e mais uma contra o Atlético/Mg em casa já a Desportiva teria mais duas partidas a jogar,por isso partiram pra cima da Desportiva como se não tivessem mais nada a perder,oque não era oque ocorria por ali afinal as duas equipes brigavam diretamente por uma vaga na fase seguinte,Zé Augusto empatou aos 21 e Joel 7 minutos depois virou a partida,agora que teria que correr atrás do prejuízo era a Tiva e correu tanto que empatou ainda no primeiro tempo com Naldo outra vez aos 34 minutos e antes mesmo do intervalo Batalha aos 41 minutos virou a partida,colocando s capixabas na frente mais uma vez,a Desportiva descia para o intervalo com a vantagem no placar,no segundo tempo a partida não perdeu nada em emoção,porém os gols não saíram com tanta facilidade,e quando marcavam 38 do segundo tempo Dario não podia passar em branco e marcou o dele praticamente fechando o caixão dos baianos...A Desportiva que antes desta partida estava em situação delicadíssima agora passava a ter uma  situação menos delicada afinal mesmo tendo os mesmo 4 pontos do Vitória tinha a vantagem de vencer o rival nas duas partidas entre as equipes,mais isso não queria dizer muita coisa afinal ainda jogaria contra Atlético/MG fora e contra o Grêmio em casa.
Na partida contra o Atlético/MG no Mineirão foi um dos maiores desastres da história da nossa Desportiva,fomos derrotados simplesmente por 7x1,foi a partida onde tudo deu errado o time sentiu a responsabilidade e não soube lidar com o estádio lotado e contando com um dia inspirado do time mineiro aliado a uma das piores partidas grenás da história a derrota foi inevitável.
vídeo com os gols da partida, o golaço de Batalha foi a única coisa boa para a Desportiva ...http://www.youtube.com/watch?v=Emmb4JPDXwc


Na partida final da primeira fase em uma quinta feira a noite a Desportiva enfrentaria o Grêmio no estádio Engenheiro Alencar de Araripe enquanto isso no mesmo horário o Vitória enfrentaria o Atlético/MG na Fonte Nova.Desportiva jogava e ficava de olho na partida da BA,afinal o resultado de lá interessava muito pois caso o time baiano vencesse por lá a Tiva teria que vencer por aqui,o time  gaúcho contava em seu time nesta partida com o goleiro Emerson Leão,Baltazar,Paulo Isidoro, e De León,mais para não dar margem pro azar a Desportiva foi logo resolvendo sua situação com Naldo aos 10 minutos do 1º tempo abrindo o placar,agora a Desportiva só seria eliminada caso levasse a virada do Grêmio e o Vitória vencesse contra o Atlético/MG,o Vitória até fez seu gol aos 20 da segunda etapa,mais ao fim das duas partidas a Desportiva venceu por 1x0,e eliminou o Vitória/BA e se credenciou para a fase de repescagem,a missão agora era outra,enfrentar o Cruzeiro em Minas que foi o 4º colocado do grupo E,a partida foi jogada no estádio Mineirão em uma quarta feira dia 24 e Fevereiro...fomos a campo com Rogério,Edmar,Gabriel,Vicente Paixão,Raul Zanata,Quincas,Jorge Luís,Naldo,Dario(Flecha) e Batalha(Edson) e Marcos Lima,só a vitória classificaria a equipe capixaba,o jogo foi equilibrado mais oque mudou todo o contexto da partida foi o gol marcado por Abel Braga aos 11 minutos do 1º tempo,este placar se arrastou até o fim da partida placar esse que infelizmente eliminou a Desportiva diante do Cruzeiro no estádio do Mineirão...Ainda em 82 a Desportiva disputaria a fase de oitavas de final da  segunda divisão contra o Uberaba sendo derrota em casa por 3x0 Sábado 27 Fevereiro 1982 e empate fora por 0x0 Sábado 6 Março.

A nossa campanha em 1982


9  jogos 3 vitórias/ 6 derrotas/10 gols pró/18 gols contra


Desportiva 0x2 Atlético-MG 17/01/1982 - Domingo

Grêmio 2x0 Desportiva 20/01/1982 - Quarta-feira

São José 2x1 Desportiva 24/01/1982 - Domingo

Desportiva 3x1 Vitória 31/01/1982 - Domingo

Desportiva 0x1 São José 03/02/1982 - Quarta-feira

Vitória 2x4 Desportiva 10/02/1982 - Quarta-feira

Atlético-MG 7x1 Desportiva 14/02/1982 - Domingo

Desportiva 1x0 Grêmio 18/02/1982 - Quinta-feira

Cruzeiro 1x0 Desportiva 24/02/1982 - Quarta-feira




antiga Fonte Nova,local da batalha pela classificação entre Vitória/BA e Desportiva






















Menu de todas as postagens do blog Desportiva Ferroviária


http://ferroviariaes.blogspot.com.br/2013/03/indice-com-o-menu-do-blog-da-desportiva.html