Translate

17 de fevereiro de 2014

RetrospecTIVA 2014





O ano começou com grandes expectativas, a equipe atual campeã capixaba tinha vários compromissos no ano de 2014, o primeiro foi quebrar dois tabus de uma vez, vencer a Copa dos campeões Espírito Santo e derrotar o Real Noroeste...A Tiva já vinha com Eleomar Pereira como novo treinador pois Marcos Magalhães havia saído do comando técnico da equipe antes mesmo de estrear em partidas oficiais. Outros desafios que criaram grande esperança nos grenás  eram Copa Verde competição inéditas que daria vaga na Sul Americana 2015 e Copa do Brasil. Mas o ano que começava com grande expectativa chegava já em  maio com vergonhas acumuladas no pior ano de Desportiva Ferroviária em relação a desempenho dentro das 4 linhas. maior goleada da história no campeonato estadual, , foi um time de 1ª... primeira fase, eliminação na 1ª fase da Copa Verde, Capixaba e Copa do Brasil, derrotas atrás de derrotas, sem contar a falta de empenho de certos jogadores  que tremiam ao usar o manto grená. O ano marcou perdas importantes também fora de campo, Léo Oliveira  confirma sua aposentadoria, Roberto Almeida e Washington nos deixam para morar no céu. O ano de 2014 a Desportiva foi o time dos títulos de um jogo só, vencemos a Copa dos Campeões ES, Taça Unimed Vitória, e Desafio Preto e Grená, fora isso de alegria foi o foi o fim da parceria maldita entre Desportiva Ferroviária e Grupo Villa forte e Oliveira empreendimentos. Além do gramado padrão FIFA que foi acelerado pela presença da seleção da Austrália para a Copa do Mundo 2014.
 Veremos tudo isso nesta postagem! 


11 de janeiro 

Desportiva 2x1 Real Noroeste

A final em jogo único reunindo Desportiva Ferroviária campeão capixaba 2013, e o Real campeão da Copa ES 2013 no estádio Salvador Costa em Vitória por causa de o  Engº Araripe passar por uma troca total do gramado,  sendo colocado um novo nos padrões da FIFA,o jogo foi como sempre equilibrado e a torcida grená levou um susto logo aos 4 minutos quando o Real em uma jogada irregular marcou 1x0, jogador do Real entrou livre  e Devarly simplesmente ignorou seu auxiliar levantando a bandeira mostrando o impedimento, após muita reclamação ele volta atrás e anula o gol, a torcida  grená mais uma vez passaria raiva com erros de arbitragem, oque seria amenizado 2 minutos depois pois aos 6 o gigante  Regilson fez oque sabe fazer de melhor, estufar as redes em jogada aérea 1x0 Tiva, a alegria durou pouco aos 13 em mais um gol de falta frontal levamos o empate, Vitinho gosta de marcar contra a gente inclusive, daí em diante o Real jogou como sempre joga contra a Desportiva atrás da linha da bola e mordendo muito na marcação e certos momentos  eram  até desleais...Quando o 1º tempo estava por terminar pênalti pra Tiva em Gilmar, o zagueiro David bateu e marcou 2x1 Desportiva, o placar foi até o apito final e a Desportiva enfim quebrava o tabu derrotava o Real e de quebra conquistava o 1º título de um clube no Brasil, 1º campeão do Brasil foi capixaba e foi grená em 2014, o time todo foi bem mas vale destacar os estreantes, Tabata, Marcinho, Badinho e Regilson além de Eleomar Pereira que por conhecer o Real teve papel importante nesta primeira vitória.







17 de janeiro

Conilon 1x0 Desportiva

Chega o dia da estréia do capixabão 2014, sexta a noite em Jaguaré norte do estado, a Desportiva é o clube a ser batido por ser o campeão, o jogo contra o Conilon que até então havia nos enfrentado 4 vezes, com duas vitórias grenás e 2 empates resolveu aprontar e acabou derrotando a Tiva, após ser massacrado durante grande parte da partida, a Desportiva perdeu um caminhão de gols e no finzinho foi castigada pois quem não faz leva e levamos, e  um gol aos 45 em uma jogada que foi falta em nosso zagueiro Diego Martins no início da jogada, mas para quem perdeu vários gols e não soube matar a partida a bola puni...fomos punidos...estreamos com derrota...




25 de janeiro

Após folga dia 25 de janeiro na partida que seria contra o vice campeão capixaba 2013 Aracruz, foi cancelada pois o clube interiorano desistiu do estadual por dívidas que foram agravadas devido a teimosia deles em disputar a série D e não ceder a vaga a Desportiva, foram arrogantes e pagaram um alto preço, 2 anos fora do futebol profissional, só voltaram de onde vieram nada mais que isso...




1º de fevereiro

Desportiva 2x0 Real Noroeste

A estréia dentro de casa no estadual 2014 foi na verdade em nosso salão de festas, como é conhecido o Salvador Costa, ali todo grená se sente em casa e não é para menos, de 2012 para cá foram 5 títulos, 2 neste estádio, a Copa ES 2012 e a Copa dos Campeões 2014, fora o baile de 5x0 no Vitória dono da casa em 2013, e a equipe dentro de campo mostrou que também se sente em casa no Salvador, o nosso carrasco Real Noroeste estava mais uma vez em nosso caminho, como sempre o Real veio procurando um empate, desde o início da partida e conseguiu manter o 0x0 até os 28 do segundo tempo quando Léo Oliveira foi derrubado dentro da área, pênalti! que foi cobrado de forma muito displicente por David dando uma cavadinha, nossa sorte que o goleiro foi amigo e retribuiu espalmando a bola nos pés dele 1x0 Tiva...10 minutos mais tarde um chutão de antes do meio campo  onde parecia uma jogada morta a defesa do Real dormiu e Hércules entrou livre batendo cruzado marcando 2x0 e fechando de vez o caixão, agora o tabu mudou de lado a Desportiva não é derrotada por eles a 3 partidas.

                               







9 de fevereiro

Desportiva 4x0 Colatina

Em mais uma partida no Salvador Costa nosso salão de festas mas uma festa, o Colatina que veio vestido de PSG da França saiu como Íbes, a Tiva atropelou o time de Cola...os 4x0 foram pouco pelo que o time apresentou dentro de campo, claramente se poupando na 1ª etapa devido ao forte calor do sol de 15 horas da tarde, devido ao  horário de verão,e a Tiva a gente sabe como é se o adversário não incomodar e levar perigo ela vai levando a partida na tranquilidade no toque de bola e de repente mata a partida, o 1º tempo não passou sem gols, com um lançamento perfeito de Léo Oliveira que encontrou David nosso zagueiro matador que com um cabeceio perfeito inaugurou o placar no forte calor em Vitória isso aos 36 minutos...A segunda etapa veio e junto a locomotiva com carga total, aos 3 Hércules fez o 2º e 1 minuto depois Marcinho em jogada individual pela ponta da área após fazer o breque levou um rapa penal pra Tiva que Hércules bateu e  marcou 3x0 Tiva, que claramente havia se poupado na 1º etapa matava o jogo em menos de 5 minutos do 2º tempo, após a parada técnica aos 20 minutos Anderson Sorriso herói do título estadual de 2013 tomou a bola e entrou livre batendo cruzado 4x0 no placar, daí em diante foi tocar a bola fazer o adversário correr atrás dela, o goleiro Felipe poderia ter visto a partida do nosso lado nas arquibancadas  de tanto que o Colatina levou perigo a nossa meta o mesmo que zero, vitória para embalar e estrear bem contra o Cuiabá-MT pela Copa Verde...






12 de fevereiro

Desportiva 0x0 Cuiabá-MT

Presenciamos um daqueles dias históricos no Araripe, gramado padrão FIFA, placar eletrônico de alta tecnologia e a nossa Tiva estreando em uma competição nacional. A geralzinha liberada ao público...porém nem o público muito menos o futebol apresentado eram os esperados, a torcida grená fez sua parte cantando e incentivando a equipe da Tiva  por mais de 90 minutos, oque se viu foi o Cuiabá ganhando todas as segundas bolas nas jogadas durante os 30 primeiros minutos de jogo, o gramado mais  baixo com a bola correndo mais, o gramado que foi diminuído a bola leve tudo influenciaram negativamente no desempenho grená, não jogamos nosso futebol, raros lances de emoção e um 0x0 sem graça...Sentimos a estréia em competição nacional, faltou aqueles 2 jogadores com experiência nacional para segurar nosso meio, Tabata foi o craque da partida isso pois ele não sente mais jogar contra clubes de outro estado, já se acostumou devido as disputas de série D com o Aracruz, os demais sentiram a partida principalmente o inicio com 3-5-2 do adversário onde os meias marcavam a subida de nossos laterais  Anderson Sorriso e Tatá, o 0x0 não era o esperado mas foi justo ao que as  duas equipes apresentaram em campo.






15 de fevereiro

Linhares 1x0 Desportiva

Mais uma vez fomos a Rio Bananal uma cidade que a Tiva definitivamente não se dá bem, vencendo apenas uma partida em mais de 6  jogadas...o 6x2 contra o Linhares em 2013 pela Copa ES com show de Gabriel Buru (3x) e Evandro (2x) foi a única vitória e a única que marcamos gols. Nesse jogo nada a comemorar, vimos uma equipe trocando passes os 90 minutos sem objetividade, toque de bola padrão Barcelona e finalização padrão Íbis pior time do mundo, destaque para Felipe que foi um monstro defendo pelo menos 3 jogadas cara a cara com o atacante adversário, nesta partida mostramos nossa fragilidade nas finalizações, apenas uma de Ayrton no 1º tempo mais nada...lances esporádicos de bola parada cruzada na área a derrota por 1x0 da estréia se repetiu...






18 de fevereiro

Cuiabá-MT 2x1 Desportiva

A partida de volta das oitavas de final diante do Cuiabá-MT pela Copa Verde, a Tiva abre o placar com um golaço de extrema categoria de Léo Oliveira mandando no ângulo do goleiro rival...A Tiva jogava muito bem, com total entrega e vontade de ganhar mas uma arbitragem caseira estragou nosso 1º tempo, em um pênalti muito duvidoso veio o empate da equipe do Mato Grosso, a partida vai para o intervalo em 1x1 placar que levava a Tiva a próxima fase,  mas no segundo tempo veio um duro golpe levamos a virada, mesmo sem merecer a locomotiva grená saiu de campo com a derrota mas luta e vontade não faltaram nesta partida aumentando a confiança em dias melhores..




27 de fevereiro

Castelo 4x1 Desportiva

Após um grande período sem joga devido a partida diante do Vitória ser transferida para o dia 26 de março pela federação fomos mais uma vez a Vargem Alta, e mais uma vez péssimo resultado, time totalmente apático irreconhecível dentro de campo fomos derrotados por acachapantes 4x1,  pelo limitado time do  Castelo, esta partida foi sem dúvida a pior que vi no interior pelo menos foi oque pensei na hora, estava enganado. Nenhum jogador se salvou de críticas, algo estava muito errado e a torcida queria saber oque era...Dois dias depois de forma surpreendente Gilmar, Anderson Sorriso, Flávio Santos e Regílson são dispensados gerando revolta na torcida que pedia a cabeça do treinador  Eleomar e de de outros jogadores que não eram estes...





8 de março

Desportiva 1x3 São Mateus

Entre o ultimo jogo e esta partida diante do São mateus no Salvador Costa ocorreram muitas notícias, goleiro Reinaldo rescinde seu contrato com a Tiva devido as sérias e seguidas lesões que teve no ultimo ano, Bombom destaque do Aracruz na série D 2013 é contratado, Willyan, Vitor Hugo, Vargas, Ramon e Bruninho são providos do sub-20 para o profissional, e a Desportiva firma parceria com Piratas e se aventura no futebol americano criando o Desportiva Piratas F.A. Porém a novidade mais esperada não veio que era a equipe jogando dentro de campo, ao ser derrotada por 3x1 para o São Mateus oque se viu foi mais uma vez nossa equipe apática e desencontrada dentro de campo, a equipe sentia a pressão por resultados e não desenvolvia o bom futebol esperado, e após a torcida ver Márcio de Almeida um dos investidores dentro de campo e descendo para o vestiário ficou a dúvida quem manda neste time, qual foi o critério para as dispensas, qual critério para contratações, qual a influência que Márcio de Almeida e Alcenir tem na Desportiva Ferroviária, clube e torcida viviam sua maior crise desde a volta da Ferroviária em abril de 2011...






12 de março

Desportiva 1x0 ABC-RN

Vem a estréia na Copa do Brasil 2014 e cabe a Desportiva, único honrar o estado pois é o único clube capixaba na disputa este ano, nosso adversário é o ABC-RN, clube série B do brasileiro porém que vivia uma crise semelhante a nossa, as duas equipes jogavam pela redenção e recuperação. A Tiva vinha com novidades no elenco as chegadas de Serjão volante vindo do futebol do MS, Alex Pedrozo atacante com passagens por Palmeiras-SP e futebol do exterior, Rafael Vaz goleiro além de Jeferson Berger com passagens por Náutico-PE e no Conilon de Jaguaré onde inclusive nos enfrentou pelas semi finais da estadual de 2013, nossa equipe vinha focada na vitória, e na verdade a pressão real era no ABC pois a Tiva  era digamos franco atirador nesta partida, e foi assim que fomos a campo jogamos sem medo do adversário, com Bombom fazendo sua estréia e Tabata mais avançado como grande parte da torcida pedia, fomos levemente superiores ao ABC na 1ª etapa, a partida pela Copa Verde serviu para tirar a ansiedade estréia em competição nacional, nossos jogadores entraram mais ligados, jogaram como não haviam jogado nas ultimas 6 partidas sem vitória, e logo aos 13 minutos após jogada ensaiada Bombom rolou para Tatá que entrou nas costas da zaga  bateu firme, tão firme que a bola furou as redes do ABC, 1x0 Tiva o Araripe explodia, muitos ali reviveram o filme de 2013, equipe série B, mesmas cores gol antes dos 20, mas desta vez a história era outra, a equipe vinha com carga menor de jogos e muito mais bem preparada e com mais peças de reposição, mesmo jogando mais recuada que o normal durante grande parte da partida o placar seguiu 1x0 Tiva até o fim, vale destacar as defesas de Felipe, e uma bola  que Renatinho tirou em cima da linha o empate certo...a maré havia virado a locomotiva voltava aos trilhos novamente...












15 de março

Estrela 1x1 Desportiva

Novo encontro com nosso vice da série B 2012, o Estrela do Norte,adversários debochavam tripudiavam dizendo que a Tiva seria goleada, pobres coitados não conhecem a força desta camisa, e graças a arbitragem se safaram de perder dento de casa, Alex Pedrozo teria a estréia dos sonhos marcando o gol da vitória de bicicleta estréia esta que lhe foi roubada por um erro imperdoável da arbitragem dando impedimento inexistente na jogada, a partida teve o Estrela superior na 1ª etapa e a Desportiva mandando na segunda, viemos muito atrás no 1º tempo tanto que acabamos perdendo por 1x0 a 1ª etapa quando jogávamos melhor inclusive, já na segunda etapa Eleomar veio para o tudo ou nada lançou Ayrton, Léo Oliveira e Alex Pedrozo, com isso nossa equipe ganhou terreno e pressionou o adversário que só chegava em jogadas isoladas de contra ataque e toques rápidos pelas pontas e lançamentos longos, nossa equipe empatou com David de pênalti sofrido por Tabata após lindo lançamento de Léo Oliveira, e como foi dito só não venceu graças aos "homens" de amarelo a cor vem bem a calhar mesmo...O 1x1 é o 3º seguido entre as equipes no Sumaré e a 6ª partida da Tiva sem derrotas para os rivais desta partida.













23 de março

Desportiva 3x1 Conilon

Começamos o turno e a nossa caminhada rumo ao G-4 uma vitória ali era mais que obrigação afinal o Conilon possuía -2 pontos, isso mesmo menos 2 devido a punição por escalar jogador irregular perdendo 6 pontos (eram 9 antes de recorrer). Primeiro tempo não fomos bem jogamos, time não se encontrava mais uma vez falta algo neste time, foi o Conilon inclusive que teve as melhores oportunidades até os 30 minutos de jogo, após isto a Tiva se soltou em campo as jogadas começaram a aparecer e o gol era questão de tempo e quando o relógio marcava 43 minutos de jogo, Badinho finalmente desencanta e marca seu primeiro gol com a camisa grená vamos para o intervalo em vantagem, e na volta aos 17 minutos David  o zagueiro artilheiro após pênalti sofrido por Thiago marca o seu 6º gol no ano se tornando artilheiro da equipe,  o 3º gol veio aos 36 minutos e era de um dos jogadores que mais precisavam, Thiago volante que havia sido vaiado na partida contra o São Mateus e era muito contestado pelos torcedores sobre ser titular, marca de meio voleio um belo gol, seu segundo gol com a camisa grená uma curiosidade é que o 1º foi justamente contra o Conilon em 2013 pela segunda rodada em Jaguaré...Badinho teve um gol legal invalidado e não se sentindo satisfeitos com este erro o gol do Conilon foi irregular pois no início da jogada o adversário levou a bola com a mão,os adversários no G-4 já viam a Tiva pelo retrovisor...

                          





26 de março

Desportiva 2x0 Vitória

No maior clássico do estadual de 2014, Desportiva e Vitória ficaram frente a frente em uma partida de 6 pontos uma vitória colocaria o vencedor na zona de classificação para as semi finais.
A Desportiva defendia 2 tabus, o 1º contra o próprio Vitória 6 partidas sem derrota a ultima ocorreu em 2010, de lá para cá 5 vitórias e 1 empate, o outro tabu era se tratando dos clássicos contra os 3 maiores rivais Vitória, Serra e rio branco onde nas ultimas 16 partidas a Desportiva não sabia como era o sabor da derrota são 12 vitórias e 4 empates.
O jogo foi um clássico genuíno, jogadas ríspidas, faltas violentas, jogadores nervosos querendo os 3 pontos, chances de gols perdidas, discussões e gols tudo que um clássico de 50 anos merece...Ambos pelo lado grená em um resumo bem rápido do que foi a partida, aos 36 minutos o Vitória ficou com um jogador  a menos pois Lewis conseguiu a proeza de ser expulso antes dos 40...Alex Pedrozo teve uma chance boa de gol mas o placar terminou 0x0.
 Na segunda etapa Eleomar botou a Tiva pra cima com 3 atacantes Vitinho entrou no lugar de Thiago, mas quem abriu o placar foi o jogador que mais merecia não só nesta partida como no ano, pois Tabata é sem dúvida o mais regular no elenco grená e em um chutaço aos 21 minutos abriu o placar com um golaço, o Vitória sentia ainda mais o golpe por jogar  com um a menos e não conseguia manter o equilibro da partida, equilíbrio este que  ruiu de vez  após dura dividida entre Felipe goleiro grená e Guga atacante alvianil  onde a arbitragem achou normal a dividida entre os dois, e no lance seguinte vem o momento capital da partida Thiago Almeida acerta uma cotovelada em Badinho e também é expulso após receber o 2º amarelo, ali aos 26 minutos as chances do Vitória de buscar ao menos 1 ponto ficavam ainda mais complicadas, a Tiva a este ponto tocava a bola satisfeita com o placar e poderia ter aumentado se não perdesse pelo menos umas 3 chances claras de gol, o Vitória não se entregava e brigava bastante porém aos 44 após corta luz de Alex Pedrozo  Jefersom Berger que havia entrado durante o 2º tempo faz o segundo,  e acaba de vez com qualquer chance da Desportiva sair sem os 3 pontos...Placar final Desportiva 2x0 Vitória e tabus mantidos, agora 17 partidas sem perder um clássico estadual e 7 partidas sem perder para o Vitória e Tiva no G-4 novamente...Após o apito final a clássico ainda não se encerrava jogadores do Vitória foram para cima de Felipe cobrar do jogador na jogada em que Guga saiu machucado de campo gerando um grande tumulto entre as delegações, quando o clima já era menos pesado eis que uma PM assustada com a situação sai distribuindo jatos de spray de pimenta nos jogadores, Ayrton da Desportiva é atingido diretamente nos olhos isto causa grande mau estar e revolta tando de jogadores quanto de torcedores ali presentes.
video








2 de abril

ABC-RN 4x1 Desportiva

Partida de volta da Copa do Brasil contra o ABC, resumo bem rápido...Tentamos e em maior parte do tempo jogamos de igual para igual, mas falta o "algo mais" que é intercâmbio com outras praças esportivas mais desenvolvidas, nossos jogadores estão acostumados a só jogar entre eles no Espírito Santo sempre acontece  aquela  inocência em competições nacionais, saber se portar melhor nas jogadas, na marcação , no posicionamento, e principalmente  nos momentos de pressão, temos um grande potencial porém na hora de sair do estado para jogar a falta de experiência prevalece, nosso futebol é muito caseiro e isso vai sempre terminar no quase...ABC abriu 2x0 em menos de 20 minutos, quando Bombom aos 27 de falta marcou um golaço o ABC sentiu o golpe, nós não sabemos aproveitar este momento de fraqueza deles...Ao levar o 3º gol no final do 1º tempo ficamos mais longe da vaga e durante todo o segundo tempo corremos atrás de um gol que não veio, aos 47 levamos o 4º gol quando tudo era desespero e o ABC só saia nos chutões e totalmente retrancado dentro de casa, o 4x1 não mostra oque foi o jogo mas mostra o quanto um time caseiro é debilitado para disputar Copa Verde, Série D ou qualquer outro campeonato que tenha clubes de outros estados, santo de casa não faz milagre, mas a Desportiva mostra uma grande evolução comparado o resto do ES. São mais de 12 anos de atraso isso deve ser levado em consideração...





5 de abril

Real Noroeste 5x1 Desportiva

Sem dúvidas a pior partida que vi em todos esses anos de torcedor da Desportiva, no final o 5x1 saiu barato, time sem alma, sem garra, sem vergonha na cara, e para piorar ainda mais Maxwell preparador de goleiros e Thiago volante xingaram desrespeitando  os torcedores que viajaram mais de 8 horas de estrada,  para ver a maior vergonha da história da Desportiva em competições estaduais. Vimos uma equipe entrar toda de branco em um dia chuvoso e todos os jogadores grenás saírem limpinhos.






14 de abril

Colatina 0x0 Desportiva

Na partida em que Eleomar Pereira enfim teve o seu ciclo encerrado a nossa situação ficou calamitosa, o Colatina com um goleiro de 1,60 de altura nunca saberemos se é bom ou não, pois não foi testado uma única vez durante todos os 90 minutos, o atual pior time de campeonato meteu uma bola na nossa trave e se fosse 10% menos ruim teria nos vencido.





19 de abril

Desportiva 2x1 Linhares

Na estréia de Fábio Henrique no comando grená não notei diferença a equipe continuava desarrumada no posicionamento, dando espaços, marcando errado, um buraco enorme entre zaga e ataque e chutões a todo momento, pouca criatividade, era muita transpiração e pouco inspiração, vencemos um Linhares que em momento algum nos agrediu durante a partida, abrimos 2x0 mas quando levamos um gol o time se desarmou ainda mais, mesmo assim no fim a vitória para dar esperanças ao grená que sempre acredita no poder de reação deste clube, mesmo com um elenco omisso.

video







26 de abril

Vitória 2x1 Desportiva

Novamente maior clássico do futebol capixaba em 2014. A Desportiva entrava mais uma vez "morta" em campo, nada era criado, péssima marcação se é que pode chamar de marcação oque o time fazia dentro de campo, mais uma partida para apagar da memória, após 4 anos sem derrota para o Vitória nos perdemos,  por 2x1 levando um gol no ultimo lance e falha de Felipe, mais uma vez jogamos grande parte do jogo com um a mais só que isso não faz diferença algum em um elenco sem vontade de ser campeão, ali nesta rodada ficamos com o corpo inteiro fora da semi final, uma vergonhosa eliminação precoce do atual campão estadual era mais real que nunca. Perdendo ou vencendo a Desportiva jogava sempre da mesma forma sem objetividade, padrão tático e comprometimento, e muito culpa disso da diretoria que deixou o futebol em segundo plano neste ano,  mas não assumia isto dizendo que a meta era a série D que mais uma vez não veio, o tão aclamando planejamento era apenas ilusão apenas palavras ao vento até ali.






30 de abril

Desportiva 2x0 Castelo

Esta partida foi a que criou mais ilusão no torcedor grená neste estadual, afinal a Desportiva jogou com garra vontade marcando em cima, ali se criou uma expectativa que finalmente o time entraria mais focado derrotamos Castelo por 2x0, gols de  Jeferson Berger  e Léo Oliveira um em cada etapa, mas parou por ali o time na partida seguinte voltou ao normal, frágil desorganizado sem objetividade

video







3 de maio

São Mateus 3x1 Desportiva

Presa fácil, esta é a palavra que resume a Desportiva nesta partida achamos um gol com Vitinho logo aos 3 minutos até tivemos chance de marcar 2x0 no placar, não fizemos e começamos a dar espaços principalmente do lado de Ayrton a maior avenida que a Desportiva já viu em sua lateral, tomamos mais um gol de cabeça, isto antes do final da 1ª etapa. No segundo tempo uma jogada que revoltou os guerreiros grenás  que amam a Tiva que foram até o interior do estado, Ayrton simplesmente nem aparece na jogada do 2º gol sofrido, quando sofreu o 3º gol após rebote de Felipe em penal que a defesa assistiu passiva 4 jogadores adversários chegarem para finalizar, Badinho, Ayrton e Bombom mostravam total falta de condições de usar esta camisa tradicional,s em contar outros vários jogadores que não renderam nem 50% do que jogavam em times do interior...Jogar com esta camisa não é para qualquer um isto ficou provado a todos neste estadual onde a Desportiva era vergonhosamente eliminada na primeira fase de um dos estaduais mais amadores do país.






10 de maio

Desportiva 0x0 Estrela

Em um ano melancólico uma despedida melancólica, empate em 0x0 contra o Estrela mesmo com um a menos o empate foi ruim terminando estadual eliminado na 1ª fase. De bom foi o desempenho dos garotos da base grená, em uma partida onde a equipe entrou sem Felipe, Tiago Bastos, Tatá, Serjão, Vitinho, Tabata e Léo Oliveira considerados titulares...Vimos a estréia de Rafael Vaz na nossa meta, Ramon, Saulo, Gabriel Vargas e Victor Hugo da nossa base entraram e mostraram que merecem chances principalmente  neste elenco cheio de jogadores sem comprometimento. Investir na base para o segundo semestre era um dos principais desejos da torcida grená e não era de hoje isto, o sub-20 foi campeão Copa ES 2013 e campeão capixaba 2014.






18 de maio

Desportiva 1x2 Brasil sub-21

Esta partida foi a ultimas do elenco que fracassou no 1º semestre, que só não passou zerado devido ao título relâmpago da II Copa dos Campões Capixabas. A partida a mesma coisa do estadual, time apático, desorganizado sem objetividade, o Brasil abriu 2x0 no placar, o 1x0 com gol de pênalti inexistente marcado para fazer média com a CBF desorganizou ainda mais nosso time, a única coisa que ficou de bom foi mais uma vez a base que entrou e deu um calor na seleção, diminuindo o placar com Fabrício Pajé, o placar poderia ser mais positivo o 2x1 foi injusto mas serviu para mostrar o quanto o elenco que jogou o estadual estava descompromissado e totalmente sem comando fazendo oque queria dentro de campo e fora também, a exemplo da partida final do estadual a base foi o destaque, jogando com garra e vontade de ganhar, totalmente diferente da Desportiva do estadual 2014, em duas partidas a base mostrou mais vontade que o elenco que disputou o campeonato estadual deste ano.
video






25 de maio

O adeus a mais um grande craque e ídolo de várias  torcidas, trata-se de Washington campeão e artilheiro pela Desportiva no capixaba de 1992 com 9  gols. Ficou na Tiva nos anos de 92 e 93, onde disputou a série A do brasileiro de 93  pela Tiva(nosso ultimo na 1ª divisão desde então), Washington que jogou em vários clubes e na seleção brasileira, conquistou vários títulos, campeonato gaúcho 1981, paranaense 1982, carioca 1983,1984,1985 e 1990, pernambucano 1990 e 1993, capixaba 1992 e o campeonato brasileiro 1984. Washington foi morar no céu após falecer de  a esclerose lateral amiotrófica em Curitiba no Paraná.






















11 de junho

Desportiva 3x1 Linhares

O título de campeão estadual sub-17 veio após a Desportiva terminar a 1ª fase na 2º colocação, após 8 partidas, foram 19 pontos com 6 vitória, 1 empate e 1 derrota, 22 gols marcados contra 6 sofridos, 16 de saldo. Nas semi finais a Tiva se classificou após duas vitórias contra o Vitória, 2x1 na ida e 2x0 na volta. na final o Linhares foi  rival na partida de ida a Tiva venceu por 2x1 jogando no campo do São José em Linhares, e na partida de volta vitória por 3x1 no campo do Barrense em Vila Velha.


 





Adeus a Roberto Almeida

16 de junho Roberto Almeida nos deixaria e iria para o céu, ex-jogador da Desportiva Ferroviária infelizmente faleceu nos EUA onde morava desde 1988, em decorrência de câncer no esôfago , Roberto estava com 71 anos de idade.
Roberto Almeida era zagueiro e com a camisa da Desportiva conquistou o Bicampeonato capixaba 1964,1965 e o Bicampeonato da Taça Cidade de Vitória de 1966 e 1968...Participou do recorde de 51 partidas sem derrota da Desportiva (só perdendo para Flamengo e Botafogo com 52 partidas). Além da estréia da Desportiva em competições nacionais a Taça Brasil de 1965, Roberto Almeida participou de uma transição muito importante em nossa história, jogou com o uniforme canarinho e com o atual e tradicional grená, Roberto ficou entre 1963 a 1970 na Tiva conquistando os títulos de campeão capixaba 1964 e 1965 (invicto) e duas Taças Cidade de Vitória 1966 e 1968. Foi um grande jogador e deixamos aqui nossa pequena homenagem.








18 de junho

Linhares 1x4 Desportiva

Após a Desportiva terminar  a primeira fase em segundo lugar com a campanha de 33 pontos em 16 partidas, a Tiva venceu 10, empatou 3 e perdeu, marcou 35 gols e sofreu 14 com o saldo de 13, nas semi finais dois empates com o Vitória, em 0x0 e 1x1 levaram a Tiva para a grande final, nas duas partidas da final a Desportiva derrotou o Linhares na ida por 3x1 no estádio Arthur Gerhardt em Domingos Martins, na volta  goleou por 4x1 em Rio Bananal no estádio Virgílio Grassi.






Segundo Semestre

Agora era juntar os cacos e se preparar para conquistar a Copa Espírito Santo,  que era oque salvaria nosso ano do total fracasso dentro de campo, ocorreu formulação total. Do time que disputou o estadual apenas Felipe e Vitor Holz goleiros, Tatá lateral esquerdo, Mayko Jhordan zaga, Tabata e Thiago volantes e Léo Oliveira meia ficaram. Da base grená subiram Wyllian zaga 18 anos, Saulo lateral esquerdo 18 anos, Waldir atacante 20 anos, Ramon atacante 19 anos, Victor Hugo volante 20 e  Jhonatan lateral direito de 17 anos.
Vevé foi contratado para ser o técnico grená, chegou dividindo opiniões, a maioria não gostou por não querer mais um técnico caseiro sem currículo algum fora do estado, Vevé é um dos melhores do estado mas no futebol capixaba atual isso não quer dizer muita coisa, além de só conquistar títulos pelo São Mateus, a eliminação com goleada dentro de casa para o Estrela também era um fator agravante para rejeição deste nome. Ele montou uma verdadeira filial do São Mateus dentro da Desportiva, Eron zaga 20 anos, Kelvin lateral direito 22 anos, Ivan volante 24 anos, Erivelton meia 25 anos, Júlio César atacante 26 anos, também vieram Mádisson meia 26 anos e Márcio Tuta atacante 26 anos.


Os primeiros dois amistosos não foram nada animadores, a equipe seguia sem objetividade, a única diferença realmente notada era que o time não saia mais na base da ligação direta, sempre valorizava a posse de bola, porém nas duas partidas iniciais perdemos por 1x0, uma para o Tupy outra para o Vitória, nas duas a Desportiva não agrediu a meta adversária com lances contundentes que realmente nos empolgassem, mas era início de trabalho não se poderia cobrar muito de um time totalmente reformulado, o entrosamento que poderia ser cobrado afinal 5 jogaram juntos no mesmo time no estadual 2014 





1ª Desafio preto e grená

os campeões do desafio preto e grená

                   







Desportiva 0x0 Rio Branco 

Desportiva e rio branco em parceria decidiram a criação deste desafio que será anual, geralmente antes do início das competições oficiais da FES campeonato capixaba e Copa ES. A primeira disputa foi em 2 de agosto no Araripe, e teve total clima do maior clássico do estado, bom público (graças ao lado grená deste desafio) , expulsão, bola na trave, emoção, e tudo que o maior clássico do estado tem a oferecer, só não teve gol no tempo regulamentar, isto levou a decisão para os pênaltis e lá quem brilhou foi a estrela de Felipe o goleiro grená, que defendeu duas das 4 cobrança dos rivais, como pode ser visto no vídeo abaixo. Marcio Tuta, Júlio César,Tatá e Kelvin conferiram os 4 da Tiva e tudo isto sem treinar durante a semana, pois Vevé nosso treinador nem sabia que poderia haver disputas de pênaltis terminando empata no tempo regulamentar, 4x2 Desportiva  e fim de papo título grená do 1º desafio preto e grená!!!






                                       
                                                 

8 de agosto

Desportiva 3x1 Atlético Itapemirim

A Desportiva vinha de um título em cima do maior rival, mas ainda não havia conquistado nenhuma vitória sobre o comando de Vevé, e a estréia foi sexta a noite no Araripe, e o caminho da primeira vitória pós renovação foi aberta pelo aniversariante do dia Tabata logo aos 10 minutos de partida após tabela com Erivelton na entrada da área bateu colocado no alto da meta adversária. A partida serguia alucinante  com a Tiva sofrendo empate aos 13 minutos, mas a locomotiva não se abateu e marcou o 2º gol 3 minutos depois. A Desportiva com um a mais não levou sustos do Atlético, e aos 27 marcou o 3º após contra ataque rápido, após passe de Tatá para Kelvin e por fim com Marcio Tuta marcando seu primeiro gol com a camisa grená,  Tiva 3x1 no placar com todos os méritos.









17 de agosto

Castelo 1x4 Desportiva

A vingança é um prato que se come frio como diz o ditado, e a Desportiva devolveu a goleada sofrida para o Castelo na mesma moeda, enfiando 4x1 neles em sua própria casa. Logo aos 7 o zagueiro Willyan prata da casa marcou de cabeça, este foi seu primeiro gol como jogador profissional. Aos 30 Erivelton marcou gol olímpico. Na segunda etapa o Castelo até fez 1 gol aos 23 minutos, mas o carrasco castelense estava em campo, Léo Oliveira aos 33 faz 3x1 Tiva, e 10 minutos mais tarde Kelvin marca de pênalti, sofrido por ele mesmo  em jogada individual, fim de papo Desportiva 4x1 no Castelo, e ali caia um tabu, a Desportiva não vencia uma partida fora de casa desde os 6x2 no Linhares pela Copa ES 2013, exatamente a 1 ano. O time conseguia impor respeito fora de casa novamente.

video







22 de agosto

Desportiva 2x0 Vitória

Veio então o clássico com o Vitória, este o de número 154, com larga vantagem para a Desportiva, sendo 73 vitórias grenás contra 25 alvianil, com a Tiva marcando 186 gols sofrendo 102, o clássico era cercado de expectativa devido ao jogo treino ocorrido em 25 de julho com derrota grená no Salvador Costa, que deu confusão, isto até fez com que as duas diretorias   cancelassem  outro jogo treino que seria jogado no Araripe, devido aos ânimos muito acirrados. Mas nesta partida oque vimos foi uma partida entre ataque e defesa, o Vitória abdicou totalmente de jogar futebol, apenas se defendeu e a Desportiva mesmo sofrendo muito para marcar chegou a vitória por 2x0 com gols do estreante Gabriel Vargas mais um vindo da base, em um belo gol de falta aos 40  de Gabriel Vargas prata da casa e outro de  Marcio Tuta aos 47 ambos da segunda etapa, a vitória foi merecida conquista com méritos.







31 de agosto

Cachoeiro 2x4 Desportiva

Nosso adversário seguinte era o algoz da Copa ES passada, foi o Cachoeiro que nos eliminou da semi final em 2013, só que desta vez as coisas seriam muito diferentes, jogando em um sol escaldante das 10 da manhã em Cachoeiro de Itapemirim a Desportiva atropelou quando quis os donos da casa, digo isso pois aos 30 Ivan abriu o placar e aos 43 Erivelton fez 2x0 ainda no 1º tempo, na segunda etapa a Desportiva sempre esteve melhor na partida, e chegou aos 3º com Willyan de cabeça aos 10 minutos,  porém depois dos 30  minutos o time deu uma tirada de pé muito acintosa, e o Cachoeiro que não tinha um time bobo se aproveitou e marcou duas vezes aos 34 e aos 47, deixando em 3x2 a partida,  e agora entra a história que a Desportiva atropelava a hora que queria, com Vargas mais uma vez, fez o 4º aos 48, era acelerar e fazia os gols, fim de papo Desportiva 4x2, e após muito tempo voltamos a vencer duas partidas fora de casa, desde o capixaba de 2013 ao derrotar o Conilon em Jaguaré por 2x0 1º de fevereiro  e o Vitória por 5x1 em 16 de fevereiro.






Taça Unimed Vitória

6 de setembro

Desportiva 1x0 Bangu/RJ

Nos dias 6 e 8 de setembro foi disputada a 1ª Taça Unimed Vitória, com a participação de Desportiva e rio branco do Espírito Santo e Bangu/RJ e Serrano/BA, sendo este ultimo no lugar do América/RJ que desistiu de participar. A Desportiva caiu na chave com o tradicional Bangu vice campeão brasileiro de futebol de 1985. A Tiva não vencia o adversário a bastante tempo, e esta partida serviu para 3 coisas...quebrar o tabu, fazer intercambio e dar uma demonstração de como estava este elenco em relação a outros centros esportivos mais competitivos que o Espírito Santo. E o torcedor grená saiu com uma certeza, o grupo montado para a Copa ES é infinitamente mais competitivo que o montado para o estadual, parece que os erros do 1º semestre ensinaram uma valiosa lição a nossa diretoria, desmontar o elenco mimado e suas panelinhas e montar um elenco com jogadores comprometidos. Na partida a Desportiva só perdia em uma coisa para o Bangu, que era no porte físico, nota-se muito facilmente a diferença dos atletas cariocas para os capixabas, mas a Desportiva venceu isso tudo na bola, o gol do jogo saiu aos 45 minutos do 1º tempo em cobrança de pênalti de Erivelton, sofrido por Ramon, dos 3 lances em que a torcida grená pediu pênalti esse foi o "menos" pênalti dos 3 e foi o único marcado. Ivan entrou e teve participação meteórica, na sua primeira jogada foi expulso por um árbitro que sempre prejudica a Desportiva e nem vale a pena escrever seu nome neste blog, mesmo com um  a mais o Bangu não conseguiu assustar a determinada Desportiva que venceu e chegou a final.














8 de setembro

Desportiva 2x2 Serrano/BA

Veio a final, e nela o Serrano que após 0x0 derrotou o rio branco por 7x6 nos pênaltis, a Desportiva costuma ter uma sorte contra equipes da Bahia, inclusive tendo vantagem contra Vitória e Bahia nos confrontos pela série A, o Bahia jamais derrotou a Desportiva em partidas oficias, já o Vitória jamais nos derrotou dentro da nossa casa, são décadas sem derrotas para baianos dentro de casa, e nesta partida o tabu não caiu, mas para isso a Desportiva precisou lutar bastante, e quando abriu o placar com o zagueiro Willyan aos 17 minutos ficou uma expectativa de um placar ainda maior, porém o Serrano 3º colocado no campeonato baiano não era bobo e aos 29 após uma falha geral da defesa grená sofremos o empate. Nem bem a segunda etapa teve início a Desportiva ainda parecia estar no vestiário e sofreu  a virada com 1 minuto de jogo, agora sim começava a luta grená, o relógio era inimigo, o Serrano apelava para o tumulto, e conturbava a partida, mas uma lesão grave do goleiro Gil ao se chocar com Ramon deixou todos no estádio preocupados, pois o goleiro precisou ser levado de ambulância   direto do gramado. Mas outra vez como todo grená sabe, o relógio parava mais uma vez, falta em diagonal a área do Serrano, que nos contra ataques teve chance de matar o jogo, não o fez e conheceu o time de guerreiros que nunca desiste...ser grená é sempre lutar e acreditar até o fim, e foi no fim mesmo que saiu o gol de empate da Tiva, Erivelton manda para a área Victor Hugo prata da casa marca seu primeiro gol como profissional, e que gol, lá estava a Tiva de volta a partida, o placar final em 2x2 leva para disputa de pênaltis, e lá mais uma vez Felipe e a pontaria grená fazem a diferença. Da mesma maneira que foi contra o rio branco no desafio preto e grená a Desportiva marcou suas 4 cobranças... Com Erivelton, Léo Oliveira, Richard Falcão recém contratado e Ramon, que foi o ultimo a cobrar dando mais um  título a Desportiva, Felipe ainda pegou um penal e outro foi chutado para fora pelo Serrano, mais um título inédito na conta grená em 2014, que pode ser resumido como o ano dos títulos de um jogo só.




















Seguindo a Copa ES nosso foco era o título, o time vinha jogando muito bem , padrão de jogo redondinho, pouca coisa estava errado olhado das arquibancadas. 

13 de setembro

Atlético Itapemirim 2x0 Desportiva


A primeira partida na Copa ES que passamos sem marcar, ficou marcada mesmo pela falta de educação fora de campo dos adversários, que  além da falsa acusação de racismo por parte de integrantes do Atlético que levaram Vevé técnico grená a ter que pagar fiança para sair da cadeia devido a esta falsa acusação de injúria, também foram obrigados a ouvir ofensas em um trio elétrico xingando jogadores e torcedores de cornos e viados, a derrota por 2x0 foi o menos comentado, ainda mais pelo resultado ser injusto, mas quem não faz leva levamos 2...






19 de setembro

Desportiva 5x0 castelo


na partida que selou a classificação e liderança do grupo a Tiva atropelou o Castelo, já não bastasse ter se vingado dos 4x1 do estadual em plena casa rival, a Desportiva desta vez enfiou um sonoro 5x0, podendo se dizer que foi nossa melhor apresentação nesta Copa ES









3 de outubro

Vitória 0x1 Desportiva 

Já pensando na próxima fase a Tiva tem o clássico contra o Vitória na ultima rodada da 1ª fase, os rivais já eliminados a partida não valia mais que os 3 pontos e mais uma página na história de um dos maiores clássicos capixaba, na partida de 155 entre as equipes a  Tiva vence por 1x0 e chegou a sua 88ª vitória, chegando a marca de 198 gols marcados.








11 de outubro

Desportiva 2x3 Cachoeiro

Usando time misto a Desportiva perde sua invencibilidade dentro de casa, o time se mostrou muito desentrosado deixando a torcida preocupada caso aconteça alguma mudança forçada na próxima fase.









31 de outubro

Real Noroeste 2x0 Desportiva

Mais uma vez o Real atravessa nosso caminho na Copa ES, e mais uma vez tropeçamos neles, em 2 minutos de apagão total a Tiva sofre 2 gols no primeiro tempo e mais uma vez é derrotada para o time interiorano, podemos ter jogado o ano de vez fora com esta derrota








08 de novembro

Desportiva 2x1 Real Noroeste

Na partida em que a arbitragem foi o melhor jogador do Real a Desportiva vence por 2x1 mas não se classifica, isso devido a um erro grotesco em que a Tiva faria seu 3º gol e levaria a vaga, mas foi inventado um impedimento na jogada, um lance tão acintoso que até meu tio Gabriel me ligou indignado e revoltado com o lance anulado, detalhe ele tem um certo "carinho" pelo nosso maior rival, mas isto não pode servir de desculpa, pois a Tiva fez melhor campanha e jogaria por 2 empates mas não teve capacidade, ali terminou o ano em que a inoperância de diretoria e elenco se completaram, conseguimos de duas competições nacionais em 2014 para 0 em 2015, mas isso pode ser muito bom para a Desportiva, afinal nosso foco será total no campeonato capixaba 2015, não forçaremos elenco com viagens longas nem com o choque de realidade que são as competições nacionais. E a melhor notícia de todas! finalmente a Desportiva Ferroviária estava livre das dívidas acumuladas pelo grupo Oliveira e seus calotes S/A o furo é promissor amigos grenás.