Translate

7 de dezembro de 2014

Desportiva x Rio Branco confrontos pela Copa Espírito Santo

Desportiva e  Rio Branco, fazem o maior clássico do estado do Espírito Santo desde 1963, uma rivalidade que já decidiu dezenas de títulos, Campeonato Capixaba, Copa Espírito Santo, Desafio preto e grená e Taça Cidade de Vitória são alguns exemplos. As equipes fizeram e fazem partidas históricas, cada vez que entram em campo uma nova surpresa podem acontecer. Sem disputar uma  final de campeonato capixaba desde 1985, as decisões ficaram mais para a Copa Espírito Santo criada nos anos 2000, ela será o foco desta postagem!


                 Copa Espírito Santo 2003

Ano de 2003 a recém criada Copa Espírito Santo colocou Desportiva e Rio Branco frente a frente pela primeira vez em 16 de novembro no Engenheiro Araripe, na época o Rio Branco entrou favorito , a Desportiva (então Capixaba S/A) recém promovida a série A do estadual já vivia de crises atrás de crises, mas no campo a Tiva sempre se supera contra o rival, e no primeiro confronto nesta competição levou a melhor e venceu os rivais por 2x1. Léo Oliveira o maestro guardou o dele aos 19 minutos do 2º tempo, Hércules o mesmo do gol do título aos 47 do 2º diante do Estrela em 2012 empatou tudo aos 26 minutos para os rivais. O gol da vitória grená saiu aos 35 minutos dos pés de Kesley em boa cobrança de falta sem chance para o goleiro Chico. A partida em si foi bem fraca tecnicamente, a Desportiva estava se entrosando ainda no decorrer da competição o Rio Branco não tinha muito oque evoluir o time era bem limitado..

Desportiva 2x1 Rio Branco



Léo Oliveira provoca torcida rival nos 5x0
Pelo returno, o Rio Branco precisava apenas do empate para conquistar o returno e jogar a final contra o Estrela, a Desportiva apenas cumpria tabela na competição, muito se ouviu durante a semana por parte dos rivais, tanto torcedores como jogadores davam a vitória como certa. Mas oque se viu foi um massacre grená em campo, a Desportiva aplicou a maior goleada da história do clássico em mais de 50 anos. A equipe que jogaria a Taça São Paulo 2004, com exceção de Léo Oliveira que já havia "estourado" o limite de idade para jogar esta competição, deu um banho de bola no rival, André aos 10 minutos de partida abriu o placar para a Tiva após chute da entrada da área sem chance de defesa. Ronaldo ampliou aos 31 minutos após Léo tirar dois da jogada dentro da área. 1 minuto depois Léo Oliveira entrou em velocidade e ampliou o placar com um golaço por cobertura, a primeira etapa terminava 3x0 para a Desportiva e o Rio Branco mais uma vez morrendo na praia consequentemente, em 2003 já eram 18 anos sem ganhar absolutamente nada!!! A segunda etapa veio e com ela mais um golaço de Léo Oliveira, que entra dribla o goleiro Chico duas vezes antes de marcar  4x0 aos 18 minutos de jogo. A essa altura da partida a torcida grená já gritava "olé" e os rio branquenses já deixavam o estádio quando aos 33 Leozinho com requintes de crueldade marca mais um golaço  fechando de vez o caixão com um chutaço de fora da área...Desportiva 5x0 Rio Branco placar final.

                                     Os 5 golaços do massacre de 2003

video

                                    

                 

                   Copa Espírito Santo 2004

Rio Branco 1x0 Desportiva
Neste ano a Desportiva teve que aceitar duas derrotas para o rival, a primeira foi em 12 de setembro no Araripe vazio, pouco mais de 300 pagantes viram o Rio Branco vencer com gol de Flávio aos 44 do segundo tempo, o triste para o grená nesta partida foi ver o time perder após passe de Welder que é ídolo grená, artilheiro nato que entre 92 e 95 fez vários gols pela Tiva, e jogou por 9 anos em Portugal,  mas nesta partida ajudou a marcar gol em Nivaldo o goleiro grená nesta derrota, mas nada que apague sua história com a Tiva ele é ídolo, e voltaria a enfrentar a Desportiva em 2007 já pelo Guarapari, mas nesta partida a Tiva não deu chance e venceu por 5x0 em plena casa do rival em nada lembrando aos anos 80 das batalhas no Davino Mattos.





Rio Branco 2x0 Desportiva
A segunda derrota veio apenas agravar mais a crise grená que havia trocado de treinador 3 nesta competição, derrota por 2x0 no Kleber Andrade, os dois gols foram marcados no 1º tempo, aos 18 por Martins e aos 33 por Rigoberto, na 2ª etapa com forte calor, mais de 30 graus as equipes não tiveram mais pernas para correr igual na primeira etapa terminando assim a partida sem mais movimentações no placar, muito culpa disso foi por culpa de Marcelo Leite que fez boas defesas evitando que a Desportiva diminui-se o placar.



                       Copa Espírito Santo 2007

Rio Branco 3x1 Desportiva 
As equipes só voltariam a se enfrentar nesta competição em 2007 , e a Tiva perdeu uma e empatou a outra, o Rio Branco passava a nossa frente nos confrontos com 3 vitórias contra duas grenás. Na derrota por 3x1, a equipe levou 3 gols de cabeça, David aos 28 do 1º tempo marcou 1x0, aos 33 Helder fez 2x0, Rochinha então técnico da Desportiva já mexeu no time antes mesmo dos 40 colocado Gustavo e Kiesa, que aos 40 foi derrubado por Fabrício goleiro rival, que neste lance machucou a cabeça e acabou saindo após o intervalo.  Marcelo Pelé cobrou  e diminuiu. Na segunda etapa a zaga voltou a dar bobeira e levou mais um de cabeça aos 12 com Márcio, fechando assim o placar em 3x1. Após o fim da partida torcidas de Desportiva e Rio Branco trocaram pedradas na saída do estádio.


Rio Branco 0x0 Desportiva
Returno, o fantasma de 2003 volta a  rondar o Rio Branco, Desportiva cumprindo tabela e eles precisando  apenas do empate para chegar a 2ª fase, o estádio Salvador Costa viu um  lance emblemático que marcou  Terceirinho na sua passagem pela   Desportiva, ao deixar a bola e "juntar"    as duas pernas de Jean que pode ser   visto no vídeo a baixo, ele que quase fez         1x0  ao acertar  bola na trave na 1º etapa. Mas o placar não se movimentou o 0x0  desta vez classificou o rival que  novamente morreu na praia mais adiante na competição completando 22 anos sem conquistar nada.                                     video


                                            O lance de Terceirinho


                      Copa Espírito Santo 2008


Rio Branco 0x1 Desportiva
Sem dúvidas esta foi a Copa ES que mais acirrou a rivalidade entre as equipes nos ultimos anos foram 4 jogos durante a competição, com a Desportiva não perdendo nenhum deles, de quebra conquistando título em cima deles.  Na primeira das 4 partidas, esta  jogada na Estiva os rio branquenses "zoaram" bastante antes da bola rolar, eram 4 anos (seis partidas sem derrotar o rival), mas nessa eles contaram o ovo na galinha, e acabaram engasgados com o ovo grená, Arpini que foi revelado por eles  aos 34 do 1º tempo marcou o gol da vitória da Desportiva após grande jogada de David Dener,  encerrando um tabu, A Tiva ainda teve que jogar quase 45 minutos com um jogador  a menos, mas o placar não se mexeu e Giuliano Pariz começava ali sua sina de sempre apanhar da Desportiva! inclusive "tomou" uma garrafada no queixo de seu próprio jogador Hugo foi jogar a garrafa de água no banco mas o alvo acabou sendo o rosto de Giuliano.



Desportiva 3x2 Rio Branco
Novo encontro entre Tiva-Rio, no dia 21 de setembro e foi  um jogão, viradas, pênaltis, e vários ótimos lances, as duas equipes fizeram um jogo aberto no Engenheiro Araripe! uma vitória classificaria a Desportiva antecipadamente para as quartas de final. Ronicley abriu o placar aos 4 minutos chute que Walter nada pode fazer. Aos 18 em jogada na linha de fundo Arpini cruzou e Thiago Keller empatou tudo no Araripe! mas aos 37 Ronicley voltou a marcar, mas a festa deles durou  pouco pois aos 42 minutos David Dener marcou chutando rasteiro após passe do zagueiro  Diogo, deixando em 2x2 esta primeira etapa emocionante. O segundo tempo começou no mesmo ritmo do 1º, e aos 3 a Desportiva faz o vira vira com Edmar  aproveitando cruzamento de Jailson. Aos 25 minutos Humberto sofre pênalti que Andrezinho eterna promessa grená bate e Walter defende! segue Tiva 3x2 no placar, que só não mudou pois aos 45 já com um a menos novamente, (Diogo havia sido expulso aos 28) , a Tiva também perdeu um pênalti sofrido por Rafael  com David Dener chutando a bola na trave. Fim de partida Desportiva 3x2 Rio Branco classificação antecipada em um dos melhores clássicos das ultimas décadas!



                                                        FINAL


David Dener guardando o dele no 1x1 na ida da final
Após 23 anos as duas maiores forças do estado voltam a se enfrentar em uma final direta! em 1986 a Desportiva conquistou o título ao derrota-los por 2x1 na ultima rodada do Quadrangular final onde eles já não tinham mais chances de título. Em 1994 o empate em 0x0 também valeu de título para a Desportiva mas o Rio Branco mais uma vez foi apenas um convidado na festa grená no Kleber Andrade!
A primeira partida da final  foi disputada em 11 de novembro com Araripe lotado e calor escaldante. Mais de 8 mil presentes nesta final que valeu a pena ver, A Desportiva chegava com vantagem de dois resultados iguais por ter melhor campanha na 1ª fase, Rio Branco restava apenas vencer pelo menos uma e empatar a outra caso contrário mais um ano na fila!  A primeira etapa não teve gols, mas teve Paulinho Pimentel da Desportiva expulso aos 44 minutos de jogo ao aplicar carrinho por trás em Yomísio, lance que causou muita reclamação e polêmica afinal lances piores não foram punidos nem com amarelo, agora a Tiva tinha a segunda etapa inteira para se segurar, Walter contava com um dia inspiradíssimo! havia feito uma defesa incrível aos 29 após um chute que tinha o ângulo esquerdo dele como endereço, como uma flecha ele foi buscar mandando para escanteio, e como  dizem que goleiro bom tem sorte, e ele teve, poucos minutos depois quase levou um frango, em um chute despretensioso de Yomísio ele foi segurar e a bola escapou de suas mãos e quase cai dentro da meta. Aos 2 minutos a rede balançou  mas o lance foi anulado por impedimento do jogador do Rio Branco, seguia 0x0, quando  aos 17 minutos a Tiva que buscava segurar o empate fez ainda melhor, abriu o placar com David Dener  após cruzamento de Gilmar! mas não deu muito tempo de alegria para os grenás no Araripe, aos 20 Hélder, aquele mesmo do golaço de falta  da ida da final do capixaba de 2013 1x1 com o Aracruz  empatou tudo! A partir dali os "Leões do Jardim" que era como Cosme Eduardo treinador grená chamava sua equipe, segurou bravamente o empate em 1x1 levando a vantagem de poder empatar em 0x0 ou  1x1 para conquistar o título inédito da Copa Espírito Santo de 2008!



                                  O Título

Engenheiro Araripe 16 de novembro de 2008, após 23 anos o campeão seria decidido em uma final entre Desportiva-Rio Branco, a ultima ocorrida neste mesmo estádio em 8 dezembro de 1985 que acabou em 0x0 com isso o Rio Branco  conquistava seu ultimo título! Quis o destino que o placar se repetisse,  desta vez o lado grená comemorava no fim! Na partida que marcou a despedida do árbitro  Wallace Valente dos gramados, na partida Walter, Diogo e Renan, Matheus, Gilmar e Amaral  não davam chances aos adversários, e seguraram firme o 0x0 que deu o título para a Tiva, sem contar David Dener que foi um verdadeiro maestro no meio grená. Apanhou bastante principalmente nas duas partidas da final, dribles rápidos o jogador foi abusado diante dos marcadores! Nosso ataque era muito forte e rápido, com Kiesa, Paulinho Pimentel, Thiago Keller e Arpini, também tinha Ygor que sempre dava opções  em jogadas rápidas, Felipe e Edmar sempre contribuíram no decorrer de todas as partidas, enfim era um elenco forte e promissor, o título foi mais que justo! 

“O mérito é da Desportiva, que abriu as portas para o meu futebol. O ponto forte do grupo ao longo de todo o campeonato foi a união, pois corremos juntos e todos se doaram bastante. Já em relação ao rival. Chateado, Dener os  ironizou  por terem  desrespeitado as cores da Desportiva ao longo da semana. “Não nos respeitaram ao longo desta semana, mas nós mostramos quem são os verdadeiros campeões”, desabafou o jogador. David Dener destaque  da Tiva na competição.
Os merecidos campeões de 2008

O choro tomou conta dos derrotados
Hélder chorando de um lado, David zagueiro discutindo com torcedores do outro, Felipe goleiro adversário querendo agredir David Dener, Iran preparador de goleiros discutindo com torcedores, e o presidente rival  Maurício Duque  chorando fatos não verídicos  “A decisão foi bonita, mas ele deixou de nos dar dois pênaltis”, reclamou o dirigente.

“Durante a semana, eles adotaram um discurso de campeões, mas, em campo, nosso time foi superior e mais aplicado. Ser campeão em cima do Rio Branco é bem melhor. Agora eles vão ter que nos engolir!” Gilmar nosso capitão após o título inédito da Tiva.

É a primeira vez que ganho a Copa Espírito Santo, mas esse mérito não é meu. Os jogadores estão de parabéns pela aplicação tática e por terem, em alguns momentos,se sacrificado”, Cosme Eduardo treinador na conquista!


“É muito ruim ficar apenas assistindo. Minha expulsão no primeiro jogo foi injusta, mas o importante é que a Desportiva ganhou o campeonato e vai levantar
a taça”, Paulinho Pimentel.

Eu não poderia deixar passar a chance também tirei uma casquinha, ao passar pelo meu xará  Leandro Rocha e por Ronicley provoquei  " chora não ano que vem tem mais um  ano na fila"...Primeira final que via entre as equipes o título foi inesquecível!!!



Jogadores comemoram o título e a vaga na Copa do Brasil 2009

                     Copa Espírito Santo 2011


Esta Copa marca uma partida especial, a Desportiva voltava a sua  origem Ferroviária! a Ferroviária não enfrentava o Rio Branco desde 25 de abril de 1999, quando jogou pela ultima vez antes de se transformar em clube empresa, a partida foi no Kleber Andrade com show de Índio marcando 3 vezes na vitória por 4x2. O placar deste encontro foi empate em 1x1, o clássico que não perdoava os erros, foram poucos porém mortais...Aos 22 do segundo tempo João Paulo cria grená abriu o placar para o rival após uma pequena confusão na área. A Desportiva foi empatar o jogo aos 29 minutos com Flávio dando número final ao clássico!
Desportiva 1x1 Rio Branco

No returno  a Desportiva tinha tudo para eliminar o rival na primeira fase da competição, mas ressuscitou um defunto.  Rodolfo marcou o único gol da partida aos 28 do 1º tempo, no segundo tempo a Desportiva voltou mais ligada e criou chances de gol, mas não marcou, lado feio do clássico foi ver o cai cai de sempre feito pelo Rio Branco que já perdeu título capixaba assim com este ato covarde, pratica comum desta equipe quando está com resultado a favor...
Gilmar era um dos mais indignados após o fim da partida com Bassoto árbitro que nos prejudicou...“Ele deixou de dar um pênalti para a gente no primeiro tempo! bola pegou na mão do jogador do Rio Branco na área. Além disso, não coibiu a cera que o Rio Branco fez. O Reinaldo estava caindo toda hora e nem amarelo levou”.
polêmica partida de 2011


                       Copa Espírito Santo 2012

Desportiva 2x0 Rio Branco
Nova decisão entre os clubes, e mais uma vez o lado grená quem comemorou mais um título!!! O 10 de novembro marcou o 1º jogo no Araripe, e a Tiva saiu na frente e abriu 2x0 de vantagem na ida da final, David zagueiro que estava no time que foi vice campeão perdendo para a Desportiva em 2008 agora na Tiva foi um dos destaques na decisão, David sempre cresceu nas partidas decisivas com a camisa grená.  A Desportiva chegou ao primeiro gol logo com 15 minutos de jogo, Hércules sem ângulo arriscou e com ajuda do goleiro Célio fez 1x0 calando o lado alvinegro do estádio. Com 31 minutos de jogo David marcou o 2º gol da Tiva! tivemos chance de ampliar o marcador mas terminou mesmo 2x0 Tiva, que agora poderia perder por até um gol de diferença na partida de volta marcada para o estádio Salvador Costa.



Rio Branco 1x2 Desportiva
Na partida de volta o mau  caratismo de Duque presidente rio branquense ficou mais uma vez a mostra...deixando apenas 600 ingressos para a torcida da Desportiva Ferroviária, e ainda caiu na besteira de falar que quem enche estádio é a torcida deles! Bom um devaneio de quem estava a mercer de perder outro título para o rival que havia voltado com tudo, ganhando todo mundo que vinha pela frente. O gramado estava alagado, dificultando bastante o futebol "burrice" do presidente rival que levou a partida para o Salvador Costa, que não tinha as mesmas condições do Araripe  devido as fortes chuvas que atingiram a Região da Grande Vitória. Gol mesmo apenas no 2º tempo, Hércules aos 11 após ele mesmo ser atropelado pelo goleiro Fernando, com cavadinha Hércules "enterrou" o rival abrindo 3x0 no placar agregado. Willy aos 20 empatou também de pênalti, por muito pouco Felipe não defendeu, aos 21 Hércules aproveitou uma bola que ficou presa em uma poça de água, entrou na área e tocou para Flávio Santos marcar o segundo gol e fechar o placar, Hércules por muito pouco não fez o 3º gol. A partida foi repleta de confusões, com 3 expulsões, as primeiras em uma jogada na lateral em que Thiago da Desportiva e Diego do Rio Branco trocaram empurrões, a 3ª expulsão foi após entrada violenta de Leandro Moraes em Hércules que rendeu vermelho direto e por muito pouco não seria pênalti para a Tiva. A partida nem havia se encerrado e os grenás já cantavam e faziam a festa com o título, o Bicampeonato (2008/2012) e melhor ainda ambos  em cima do Rio Branco que agora chegava ao seu 3º vice na competição (2008,2009 e 2012)



Desportiva campeã Copa Espírito Santo 2012

Partidas entre Desportiva x Rio Branco 


Copa Espírito Santo 2003

Desportiva 2x1 Rio Branco
Gols : (Des) Léo Oliveira e Kesley
(Rio) Hércules

Rio Branco 0x5 Desportiva
7 de dezembro
Gols : André, Ronaldo, Léo Oliveira(2) e Leozinho

Copa Espírito Santo 2004

Desportiva   0x1  Rio Branco
12 de setembro
 Gol : Flávio

Rio Branco  2x0  Desportiva  
10 de outubro
Gols : Martins, Rigoberto

Copa Espírito Santo 2007

Rio Branco 3x1 Desportiva 
2 de setembro
Gols :  (Rio) David, Helder e Marcio (Des) Marcelo Pelé

Rio Branco    0x0  Desportiva
22 de setembro

Copa Espírito Santo 2008
1º Turno
Rio Branco 0x1 Desportiva
17 de agosto
Gol : Arpini

2º Turno
Desportiva  3x2 rio branco 
21 de setembro
Gols : (Des) Thiago Keller, David Dener e Jailson (Rio) Roniclay (2)

Final
Partida de ida
Rio Branco 1x1 Desportiva
9 de novembro
Gols : (Des) David Dener (Rio) Helder

Partida de volta
Desportiva  0x0 Rio Branco
16 de novembro
 jogo do título
Copa Espírito Santo 2011
Rio Branco   1x1  Desportiva
11 de setembro
Gols : (Rio) João Paulo, (Des) Flávio

Desportiva   0x1  rio branco
15 de outubro
Gol : Rodolfo

Copa Espírito Santo 2012
Final partida de ida
Desportiva  2x0 Rio Branco 
10 de novembro
Gols : Hércules e David

Partida de volta 
Rio Branco 1x2 Desportiva 
17 de novembro
Gols : (Rio) Diogo, (Des) Hércules e Flávio Santos
jogo do título

São 12 partidas até o momento, 6 vitórias da Desportiva marcando 18 vezes, 4 empates e 4 vitórias do Rio Branco marcando 13. 




menu do blog