Translate

28 de junho de 2016

Maior série invicta da Desportiva Ferroviária em Campeonato Brasileiro

De 1973 até 1982 a  Desportiva acumulou participações na elite nacional e com isso vieram vários recordes...Equipe capixaba com mais jogos, mais vitórias, jogador capixaba com mais gols, melhor campanha e etc...
O clube que é nacionalmente reconhecido por ficar 51 partidas sem derrotas (só perde para Botafogo/RJ e Flamengo/RJ com 52), na Série A também tem um recorde bem interessante, em 1979 acumulou 12 partidas sem derrotas, foram 8 vitórias e 4 empates.

Do time campeão capixaba de 1979 praticamente 100% disputou o Brasileiro
 

São Paulo/RS 1x2 Desportiva
26 de setembro
Tudo começou no Rio Grande do Sul  no Estádio  Aldo Dapuzzo em 26 de setembro. A Tiva precisou buscar forças extras para vencer de virada a partida, já que Dario tão acostumado a marcar gols  a favor fez contra aos 30 do 1º tempo. Na 2ª etapa a locomotiva não se abateu e partiu para a vitória, aos 25 Cacildo deixou tudo igual, quando o ponteiro já marcava 42 minutos Dario que adoram marcar gols como foi descrito aqui marcou mais um, desta  vez a favor dando a vitória a Desportiva por 2x1 fora de casa e nos colocando na zona de classificação a fase seguinte.
Desportiva 0x0 Chapecoense/SC
29 de setembro
Na 1ª partida em casa neste Brasileiro a locomotiva não passou de um 0x0 com a Chapecoense, resultado ruim mas não nos tirava da zona de classificação. 

Desportiva  2x0 Operário/PR
6 de outubro
A 1ª vitória em casa veio na partida seguinte contra o Operário do Paraná, um belo placar de 2x0 gols de Zuza aos 16 do 1º tempo e Dario novamente aos 42 do 2º tempo.
Desportiva  1x0 Criciúma/SC
17 de outubro
Em nova partida em casa o fator mando de campo foi colocado em prática, vitória magra por 1x0 mas muito importante na briga pela vaga na próxima, gol de Célio aos 5 do 2º tempo, ele já despertava interesse em vários clubes entre eles o Palmeiras/SP que acabou o contratando pouco tempo depois.  

Brasil/RS 1x1 Desportiva 
20 de outubro
Em uma partida dificílima em Pelotas a Desportiva buscou um empate em 1x1 que nos colocava na vice liderança da chave, na verdade quem abriu o placar no Estádio Bento Freitas foi a Desportiva com Zuza aos 37 do 1º tempo, mas Jorge Luiz empatou aos 5 do 2º.

Desportiva  2x0 Caldense/MG
23 de outubro
De volta para casa o adversário da vez foi a Caldense/MG, outra bela vitória como foi contra o Operário, gols de Célio aos 30 da 1ª etapa e Zezinho Bugre aos 27 da 2ª etapa.

Colatina 0x0 Desportiva 
28 de outubro
Na partida contra o outro capixaba da competição um novo 0x0 no Estádio Justiniano Mello e Silva, mesmo em casa o Colatina se retrancou muito devido a expulsão de Magno Junior,  era a 3ª partida entre as equipes em 79, duas pelo estadual (0x0 em Colatina e  1x0 Desportiva em Cariacica)
Desportiva  2x1 Caxias/RS
3 de novembro
Na última rodada da 1ª fase a Desportiva jogava pelo empate para avançar de fase já o Caxias era obrigado a vencer para classificar, a partida foi bem nervosa, aos 43 minutos de jogo Zezinho Bugre  abriu o placar para o time grená, Zé Rios aos 27 aumentou deixando o Caxias desesperado, com isso o time se lançou ao ataque e acabou marcando aos 31 com Davi, mas o placar não mudou e a Desportiva garantia a classificação atrás apenas do Grêmio Maringá/PR único a nos derrotar na competição (na 1ª rodada 2x0 no Estádio Willie Davids) de quebra eliminava o Caxias. 
Este gol de Bugre foi histórico pois o colocou como maior artilheiro da Desportiva e consequentemente de um clube capixaba na Série A com 18 gols. Não são computados os dois marcados em 1974 na seletiva entre Desportiva x Rio Branco para decidir o representante capixaba naquela Série A).


Desportiva  2x2 Internacional/SP
8 de novembro
Na primeira partida da 2ª fase um empate emocionante contra a Inter de Limeira no Araripe. O time paulista sempre esteve a frente do placar, nos contra ataques por duas vezes marcou na partida. Logo aos 9 minutos fomos pegos de surpresa com gol de Escurinho, Vicente Cruz aos 16 buscou o empate para a Tiva, já na segunda etapa aos 20 Marquinhos fez 2x1 para os visitantes, porém Célio em grande fase empatou aos 24 dando números finais a partida. 

Desportiva  2x1 Anapolina/GO
11 de novembro
Na rodada seguinte novamente em casa o Araripe fez valer a pressão de fora para dentro de campo e a Tiva venceu...Com gol de Zuza abrimos o placar logo aos 7 minutos, mas aos 14 Zé Carlos Paulista empatou, a partida seguia para um empate com Anapolina até que aos 39 do 2º tempo Orlando marcou o gol da vitória grená.
 
Goytacaz/RJ 0x1 Desportiva 

15 de novembro
Jogando no Godofredo Cruz a Desportiva sempre se sentiu bem, por várias  vezes conseguia bons resultados contra os clubes de Campos, e contra o Goytacaz outro bom resultado, vitória por 1x0 gol de Sílvio aos 41 minutos de jogo.

Desportiva  1x0 Atlético/PR
18 de novembro
Nesta partida importantíssima na briga pela vaga  em 18 de novembro de 79 a Desportiva encarou um adversário direto o Atlético/PR, mais uma vez a estrela de Célio brilhou e com 15 minutos de jogo ele marcou o gol da vitória grená que nos colocava na liderança da Chave K a frente de times como Internacional/RS, Atlético/PR. Nesta partida a Desportiva alcançava sua maior marca invicta em Brasileiros, inclusive é o maior período sem derrotas juntando todas as 4 divisões. 
Em 1995 a Tiva ficou 11 partidas sem derrotas pela Série B (partidas no fim do post). 
O Coritiba campeão Brasileiro de 1985 por exemplo tem como recorde 11 jogos invictos, mesma quantidade que o Juventude/RS também com 11, Náutico/PE, Avaí/SC e Paysandu/PA 10 jogos, Rio Branco nosso maior rival e Remo/PA 9 jogos, Criciúma/SC com 6 jogos são apenas uns exemplos de equipes que não conseguiram chegar a marca de 12 partidas sem derrota no campeonato nacional mais equilibrado do mundo.

Em 1995 pelo Brasileiro Série B a Desportiva ficou 11 partidas sem derrotas, sendo o período que mais se aproxima do recorde de 1979 em competições nacionais, foram 6 jogos em casa e 5 fora com 5 vitórias e 6 empates.
Desportiva no Campeonato Brasileiro Série B de 1995

1ª Fase
Estádio Arruda; Santa Cruz 1x2 Desportiva 16/08/1995
Estádio Rei Pelé; CRB/AL 1x1 Desportiva 19/08/1995 
Estádio Eng Araripe; Desportiva 0x0 CRB/AL 27/08/1995 
Estádio Eng Araripe; Desportiva 0x0 Central/PE 30/08/1995 
Estádio Eng Araripe; Desportiva 1x1 Santa Cruz/PE  02/09/1995 
Estádio Mamudão; Democrata/MG 1x2 Desportiva 07/09/1995 
Estádio Eng Araripe; Desportiva 1x0 Democrata/MG* 10/09/1995 
Estádio Eng Araripe; Desportiva 2x1 Sergipe/SE 20/09/1995 
Estádio Batistão; Sergipe 1x1 Desportiva 24/09/1995 
2ª Fase
Estádio Batistão; Sergipe 2x2 Desportiva 01/10/1995 
Estádio Eng Araripe; Desportiva 5x0 América / RN 08/10/1995 
*Governador Valadares/MG